home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

27/02/2018

FMI renova otimismo sobre desempenho da economia portuguesa

No entanto, o FMI avisa que o Governo deve ser cauteloso em relação a aumentos permanentes nos gastos que podem reduzir a flexibilidade da despesa pública, ou seja, cautela nos aumentos salariais e insiste na flexibilização das leis laborais.

Já o Governo garantiu ao Fundo Monetário Internacional que as reformas tomadas durante o programa de ajustamento "não estão em causa", mas sublinhou a intenção de continuar a reduzir a segmentação do mercado de trabalho.

É o que pode ler-se no documento divulgado esta tarde.

Em comunicado, o Ministério das Finanças sublinha que o Fundo salienta que Portugal tem hoje uma economia mais sólida, resultado da aceleração do crescimento económico e do emprego, iniciada no final de 2016. Esta tendência deverá manter-se em 2018, com um crescimento previsto de 2,2%, precisamente em linha com a previsão do Governo no Orçamento do Estado 2018, com a continuação de um crescimento robusto do emprego e a diminuição do desemprego.

 

O jornalista João Vasco detalha os pormenores agora conhecidos.



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/01/2019
Comércio varejista cresce 2,9% de outubro para novembro, diz IBGE [Brasil]
16/01/2019
Cafeicultores brasileiros querem acordo com União Europeia [Brasil]
16/01/2019
Fosun diz que Portugal < acolhe bem > o investimento chinês [Portugal e China]
16/01/2019
Economia brasileira continua recuperação e PIB aumenta para 2,4% [Brasil]
16/01/2019
Chineses investiram 10 mil milhões de euros em Portugal em 2018 [Portugal e China]
16/01/2019
Fundo privado português de 46 milhões vai investir em 'startups' [Portugal]