home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

27/02/2018

FMI renova otimismo sobre desempenho da economia portuguesa

No entanto, o FMI avisa que o Governo deve ser cauteloso em relação a aumentos permanentes nos gastos que podem reduzir a flexibilidade da despesa pública, ou seja, cautela nos aumentos salariais e insiste na flexibilização das leis laborais.

Já o Governo garantiu ao Fundo Monetário Internacional que as reformas tomadas durante o programa de ajustamento "não estão em causa", mas sublinhou a intenção de continuar a reduzir a segmentação do mercado de trabalho.

É o que pode ler-se no documento divulgado esta tarde.

Em comunicado, o Ministério das Finanças sublinha que o Fundo salienta que Portugal tem hoje uma economia mais sólida, resultado da aceleração do crescimento económico e do emprego, iniciada no final de 2016. Esta tendência deverá manter-se em 2018, com um crescimento previsto de 2,2%, precisamente em linha com a previsão do Governo no Orçamento do Estado 2018, com a continuação de um crescimento robusto do emprego e a diminuição do desemprego.

 

O jornalista João Vasco detalha os pormenores agora conhecidos.



NOTÍCIAS RELACIONADAS
20/03/2019
Setor aposta em estabilidade nas vendas para a Páscoa de 2019 [Brasil]
20/03/2019
Imobiliária Era atinge 1% do PIB em vendas em 2018 [Portugal]
20/03/2019
António Costa diz que o sector do vinho espera exportar mil milhões em 2022 [Portugal]
20/03/2019
Vinho português "tem vindo a ganhar reconhecimento cada vez maior" [Portugal]
20/03/2019
Portugal está a fazer "percurso rápido e bom" na economia [Portugal]
20/03/2019
Standard & Poor's sobe 'rating' de Portugal com perspetiva estável [Portugal]