home > notícias

MUNDO

09/03/2018

Casa de Portugal de SP recebe lançamento do livro “Hospitalidade à Portuguesa”

Nesta sexta-feira, acontece em São Paulo o Lançamento do livro “Hospitalidade à Portuguesa”: traços presentes na imigração e construção da memória dos eventos da Casa de Portugal”.

A obra, do professor Leandro Rodrigues Gonzalez Fernandez, traz um panorama sobre a inserção dos imigrantes portugueses na cidade de São Paulo e a hospitalidade com que foram recebidos nesta sociedade de acolhimento.

O tema é o associativismo português em São Paulo enfocando a Casa de Portugal em sua concepção histórico-político-cultural. O autor analisa o processo de e/imigração portuguesa numa perspectiva histórica, com os estudos de memória e hospitalidade. E utiliza documentação da própria casa, periódicos da colônia portuguesa, como acervo do jornal Mundo Lusíada, e um conjunto de entrevistas.

O editor do Mundo Lusíada também está entre os entrevistados. “Odair Sene foi uma das fontes de pesquisa, o nome dele está no livro e ele também faz parte desta história” diz o autor.

O livro é o resultado do estudo do autor em fontes orais e documentais da instituição na busca de “construir a memória dos eventos, evidenciando aspectos comuns a hospitalidade e a história cultural presentes nos eventos ligados a terra e embalados pelo entretenimento musical e a comensalidade portuguesa” divulga o autor.

Um dos objetivos também é elucidar estratégias de comunicação utilizadas pela Casa de Portugal para “destacar a terra de além mar em São Paulo, bem como suas relações com setores específicos do governo português que ora se traduzem em ações culturais mais populares ou tradicionais e ora mais sofisticadas ou modernas”.

“A louvável iniciativa do Professor Leandro Rodrigues Gonzalez Fernandez em abordar em sua obra a Casa de Portugal, sua trajetória e as pessoas que fazem desta instituição um cartão de visitas de Portugal no Brasil, não poderia deixar de merecer o nosso apoio e o nosso incentivo, para uma vez mais eternizar por intermédio da literatura esta Casa que nos últimos 82 anos construiu a sua história honrando e valorizando a presença portuguesa no Brasil” diz o vice-presidente da casa Paulo Machado, no prefácio do livro.

Segundo ele, a Casa de Portugal teve uma mudança de papel na sociedade paulista. “Com o passar do tempo, a vocação acadêmica, assistencial e social foi dando lugar à sua vocação cultural como palco de eventos e promoções que evidenciam a sua missão de divulgar e compartilhar a cultura portuguesa permeada pela cultura brasileira”.

Segundo o diretor, o interesse em estudar e retratar a trajetória da Casa de Portugal motivou a diretoria a convidar o professor para integrar a Diretoria da instituição. Atualmente na sua segunda gestão, Leandro é o 2. Diretor cultural da casa.

A obra foi fundamentada por Leandro Rodrigues Gonzalez Fernandez na tese de doutorado em história, defendida na PUC/SP, em 2016, e orientada por Maria Izilda S. Matos.

Segundo ela, a obra contribui também para ilustrar como a sociabilidade, recepção, alimentação e entretenimento musical foram utilizados no processo de resgate dos elementos identitários e das tradições portuguesas na Casa de Portugal, tanto nos eventos denominados de culto à terra (Vindima, Festa da Cereja, Magusto, Desfolhada do Milho), como no Almoço das Quintas, incluindo outras celebrações como o aniversário da Casa e a Ceia de Natal.

SERVIÇO
Lançamento do livro “Hospitalidade Á Portuguesa”
Por Leandro Rodrigues Gonzalez Fernandez
09/Março às 19:30
Casa de Portugal de São Paulo
Avenida Liberdade 602 Liberdade, São Paulo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/11/2018
Livro relembra cenário musical brasileiro entre 1976 e 1985
18/11/2018
Pessoa Festival quer levar mais autores de língua portuguesa aos EUA
18/11/2018
Brasileiro com ELA cria aplicativo para pessoas com distúrbios na fala
18/11/2018
Live Electric Tours é a primeira startup portuguesa a receber o prémio Startup Europe Awards
18/11/2018
Fado e viola campaniça representam Portugal em festival na China
18/11/2018
Sérgio Godinho atua em fevereiro nos Coliseus de Lisboa e do Porto