home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

28/03/2018

Banco de Portugal mantém estimativa de crescimento da economia

O PIB nacional deverá crescer 2,3% este ano, o que corresponde a um abrandamento face a 2017, ano em que a economia cresceu 2,7%. Esta é a estimativa do Banco de Portugal, que não muda as suas previsões para o período de 2018 a 2020.

A instituição liderada por Carlos Costa deixou inalteradas as previsões para o horizonte de 2018 a 2020. Este ano o PIB deverá aumentar 2,3% – menos do que os 2,7% registados em 2017, mas um valor que fica uma décima acima da meta definida pelo Governo de António Costa.

Em 2019 o crescimento económico deverá abrandar para 1,9% e em 2020 a economia já só deverá crescer 1,7%.

O abrandamento do ritmo de subida do PIB explica-se por três motivos fundamentais: primeiro, porque o próprio ciclo de crescimento económico português deverá maturar; segundo, porque também o contexto internacional deverá sofrer o mesmo abrandamento; e terceiro porque a economia nacional mantém constrangimentos estruturais que limitam o seu crescimento potencial.

Assim, a projecção do Banco de Portugal aponta para um crescimento económico a um ritmo muito semelhante ao da Zona Euro, o que impede o país de atalhar caminho e recuperar o tempo perdido de divergência face à Europa.

Fonte: Jornal de Negócios



NOTÍCIAS RELACIONADAS
10/06/2019
Costa salienta "belíssimo momento" da agricultura portuguesa [Portugal]
10/06/2019
Bolsa de Lisboa abre a subir 0,17% [Portugal]
10/06/2019
Mota-Engil, Pharol e CTT lideram ganhos na Bolsa de Lisboa que sobe 0,43% [Portugal]
10/06/2019
AHRESP congratula-se com prémios atribuídos nos World Travel Awards [Portugal]
10/06/2019
Brasil e México querem ampliar comércio bilateral [Brasil]
10/06/2019
Argentina e Brasil discutem criação de moeda comum [Brasil]