home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

05/04/2018

Vendas a retalho em Portugal cresceram o dobro da média da UE em Fevereiro

O volume de negócios do comércio a retalho em Portugal aumentou 4% em Fevereiro, quando na União Europeia a subida média foi de apenas 2%.

As vendas do comércio a retalho em Portugal subiram 4%, em Fevereiro, face ao mesmo mês do ano passado, o dobro do crescimento registado pelos parceiros da União Europeia (2%), revela o Eurostat esta quinta-feira, 5 de Abril.

Ainda assim, o aumento deste indicador em Portugal representa um abrandamento face aos meses anteriores, já que, desde Novembro, o volume de negócios vinha crescendo acima de 5%, em termos homólogos.

Na União Europeia, a subida de 2% é justificada pela subida de 2,4% das vendas de produtos não alimentares, de 1,4% de combustíveis e de 1,2% de alimentos, bebidas e tabaco. Na Zona Euro, as vendas a retalho cresceram 1,8%.

Entre os Estados-membros da União Europeia, as maiores subidas foram registadas em Malta (11,7%), na Polónia (7,9%) e na Irlanda (7,1%) e as maiores descidas na Eslovénia (-1,6%) e Áustria (-1,2%).

Se na comparação homóloga Portugal fica acima da média dos parceiros europeus, na análise mensal compara mal com os congéneres. As vendas a retalho em território nacional desceram 1,1% face a Janeiro, enquanto na Zona Euro aumentaram 0,1% e na União Europeia 0,2%.

Na região da moeda única, esta evolução segue-se a dois meses de descidas, tendo sido impulsionada sobretudo pelo crescimento de 0,9% das vendas de combustíveis e de 0,8% de alimentos, bebidas e tabaco.

Fonte: Jornal de Negócios



NOTÍCIAS RELACIONADAS
23/04/2019
O português Miguel Patrício vai dirigir o gigante Kraft Heinz
23/04/2019
Concurso de Empreendedorismo dos Açores já permitiu criar 11 empresas
23/04/2019
Número de desempregados no centros de emprego cai 15%. Alentejo 'lidera'
23/04/2019
BCP lança app para clientes negociarem em tempo real
23/04/2019
Prévia da confiança da indústria sinaliza aumento de 0,4 ponto
23/04/2019
Portugal nunca exportou tantos carros: mil por dia no último trimestre, o melhor de sempre