home > notícias

MUNDO

17/04/2018

Ministério da Saúde anuncia o ‘Retrato da Saúde em Portugal 2018’

5,9 Milhões de portugueses têm excesso de peso, 8 em cada 10 idosos apresentam excesso de peso e os indivíduos menos escolarizados apresentam maior prevalência de excesso de peso e de obesidade abdominal. Apenas 41,8% dos cidadãos apresenta uma prática regular de actividade física, desportiva e/ou de lazer”, este é um dos resultados obtidos e representados no “Retrato da Saúde em Portugal 2018”.

O Ministério da Saúde apresentou, no passado dia 7 de Abril, para assinalar o Dia Mundial da Saúde, o livro “Retrato da Saúde em Portugal 2018”, que analisa a melhoria do estado de saúde dos portugueses nos últimos dez anos. O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge colaborou na elaboração deste documento, através da disponibilização de vários indicadores relacionados com o estado da saúde dos portugueses.

“Em Janeiro de 2018, registou-se o mais elevado número dos últimos dez anos de médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico e terapêutica a trabalhar no SNS.”, pode ler-se neste estudo divulgado pelo Ministério da Saúde

Entre os vários dados disponibilizados pelo Instituto Ricardo Jorge encontram-se a prevalência de consumo diário de fruta e vegetais, a prevalência do consumo de tabaco, a prevalência de hipertensão a nível nacional e a distribuição da prevalência da diabetes por região. Todos estes indicadores têm como fonte o Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico, promovido e coordenado pelo Departamento de Epidemiologia.

Na publicação “Retrato da Saúde em Portugal” são ainda apresentados dados da prevalência de baixo peso, excesso de peso (incluindo obesidade) e obesidade da população infantil portuguesa (6-8 anos), entre 2008 e 2016, e a evolução do número de nascimentos e de recém-nascidos estudados desde o início do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce. Por último, o Instituto Ricardo disponibilizou ainda dados relativos ao número de novos casos de infeção por VIH entre 2007 e 2016.

Prevalência de excesso de peso (pré-obesidade e obesidade), em Portugal / Fonte DGS

Retrato da Saúde em Portugal” foi o tema da cerimónia comemorativa do Dia Mundial da Saúde, promovida pelo Ministério da Saúde, e que decorreu, dia 7 de abril, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. O debate “Retrato da Saúde em Portugal” teve a participação de Jorge Sampaio, Presidente da República entre 1996 e 2006 e que se dedicou à luta contra a tuberculose, como Enviado Especial das Nações Unidas.

Na ocasião, foi atribuído o Prémio Nacional de Saúde 2017 ao Professor Doutor João Queiroz e Melo e entregues 22 medalhas de serviços distintos. Durante a cerimónia, foram ainda distinguidas doze pessoas e organizações que prestaram serviços relevantes à saúde pública nos últimos doze meses, na óptica da promoção da saúde, da prevenção da doença e de apoio à concretização das políticas de saúde.

Para consultar o livro “Retrato da Saúde 2018”, clica aqui.

Fonte: Comunidade Cultura e Arte



NOTÍCIAS RELACIONADAS
17/07/2018
Pelos labirintos de Fernando Pessoa
17/07/2018
Prêmio da Música Brasileira divulga lista dos indicados deste ano
17/07/2018
Isabel Minhós Martins é finalista de prémio literário norte-americano
17/07/2018
Summer Campus da Universidade do Algarve: uma experiência para a vida de dezenas de brasileiros
17/07/2018
Companhia de Dança quer Viseu como foco privilegiado de formação
17/07/2018
Algés volta a ser palco do NOS Alive nos próximos cinco anos