home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

19/04/2018

Bolsa de Lisboa fecha em alta ligeira em linha com mercado europeu

A bolsa de Lisboa fechou hoje em alta ligeira, com o principal índice (PSI20) a subir 0,08% para 5.458,30 pontos, em linha com os restantes mercados europeus.

Das 18 empresas cotadas que integram o PSI20, sete subiram, uma ficou inalterada (Sonae Capital, ao preço de 0,97 euros) e as restantes desceram. Entre os maiores aumentos está o da Sonae SGPS e o da Mota-Engil que registaram acréscimos de 2,47% e de 2,17%, para 1,12 euros e 3,5 euros por ação, respetivamente.

Do lado das perdas, a maior queda foi a dos Correios de Portugal (CTT), de 2,97% (para 2,94 euros), seguidos pela F. Ramada, de 2,34% (para 12,50 euros).

A EDP - Energias de Portugal fechou a subir 0,19% para 3,16 euros, enquanto a Galp Energia teve um acréscimo de 0,16% para 15,7 euros por ação.

Quanto às quedas, o Jerónimo Martins caiu 0,94% para 14,2 euros e o BCP teve uma redução de 0,11% para 0,28 euros por ação.

No que toca às bolsas europeias, os maiores aumentos registaram-se nas bolsas de Frankfurt e de Milão, que fecharam a subir 1,57% (para 12.585,57 pontos) e 1,37% (para 23.649,04 pontos), respetivamente.

Por seu lado, a bolsa de Paris encerrou a avançar 0,76% (para 5.353,54 pontos) e as de Madrid e de Londres tiveram um acréscimo de 0,39% (para 9.803,90 pontos e para 7.226,05 pontos, respetivamente).

Na segunda-feira, o PSI20 encerrou com uma descida de 0,43% para 5.453,97 pontos, acompanhando o rumo das bolsas europeias.

Fonte: Lusa



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/12/2018
Portugal terá 45% da energia consumida com origem em renováveis até 2030 [Portugal]
18/12/2018
Turismo será fundamental para evolução da atividade e do emprego [Portugal]
18/12/2018
Terminal de cruzeiros de Leixões bate novo recorde de turistas [Portugal]
18/12/2018
Balança tem superávit de US$ 918,351 milhões na segunda semana de dezembro [Brasil]
18/12/2018
Douro ajudou a abrir o mapa turístico de Portugal e duplicou dormidas [Portugal]
18/12/2018
China é principal destino das exportações brasileiras em novembro [Brasil e China]