home > notícias

MUNDO

24/04/2018

Portugal é o 9º maior exportador mundial de vinho

Trezentos mil hectolitros separaram, em 2017, Portugal dos Estados Unidos, que ocupam a 8ª posição.

Portugal manteve, em 2017, o lugar de 9º maior exportador de vinho do mundo, mas reduziu a distância para o 8º no pódio: os Estados Unidos reduziram a sua quota no comércio mundial, passando de 3,8 para 3,3 milhões de hectolitros as suas exportações, enquanto Portugal reforçou as vendas, que cresceram de 2,8 milhões de hectolitros para três milhões.

Os dados são da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e foram esta terça-feira de manhã apresentados em Paris, na sede do organismo liderado por Jean-Marie Aurand. O top 10 dos maiores exportadores continua “amplamente dominado” pela Espanha, Itália e França, que representam 54,6% do volume do mercado mundial em 2017 (num total de 107,9 milhões de hectolitros) e 58,2% das exportações em valor que totalizaram 30,4 mil milhões de euros.

A OIV destaca, no entanto, que apesar de uma quota de 20,5% no total das exportações mundiais em volume, a Espanha não representa mais do que 9,3% do valor das trocas comerciais. Itália e França “continuam a dominar o mercado”, em valor, com quotas de 29,6% e 19,3%, respetivamente. A França é o principal exportador de vinhos do mundo, em valor, tendo atingido os nove mil milhões de euros em 2017.

Portugal ocupa, também, a 9ª posição, em valor, com 752 milhões de euros. Não está é nada perto de se aproximar do oitavo lugar em valor, já que, apesar das exportações dos EUA terem caído 9,5%, valem, ainda, 1,280 mil milhões de euros.

Uma produção mundial “historicamente baixa” em 2017, com apenas 250 milhões de hectolitros, menos 8,6% do que no ano anterior, com destaque para as quebras a dois dígitos em Itália, Espanha e França, mas, também, embora de menor dimensão, nos Estados Unidos (-1%), no Chile (-6%), e na Nova Zelândia (-9%) constitui uma oportunidade para Portugal reforçar a sua posição no comércio mundial de vinho, já que a produção nacional cresceu 10%.

Fonte: Dinheiro Vivo



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/01/2019
Google Arts & Culture permite visitar arte portuguesa a partir de qualquer parte do mundo
16/01/2019
Prémio Literário Armando Silva Carvalho distingue escritores da lusofonia
16/01/2019
Venha deliciar-se na Feira do Queijo Serra da Estrela 2019
16/01/2019
Enoturismo. Faturação da Porto Cálem aumentou 40% no ano passado
16/01/2019
Duas marcas portuguesas de vinhos distinguidas com prémio internacional
16/01/2019
Livraria Lello celebra 113 anos