home > notícias

MUNDO

29/05/2018

Diogo Goes integra quatro novas exposições colectivas em Portugal e no estrangeiro

O artista plástico madeirense Diogo Goes integra quatro novas exposições colectivas, nas cidades do Funchal, Porto, Penaguião e São Paulo.

O projecto ‘Histórias da Ajudaris’18’ poderá ser visto na cidade do Porto. Estão já prontas as três ilustrações ‘Festa da Primavera’, ‘Amar a Natureza’ e ‘Amiga Especial’, naquela que será a sétima colaboração entre o autor e a Associção de Solidariedade Social Ajudaris, sediada na cidade do Porto. Estas ilustrações irão integrar uma publicação promovida por aquela instituição e uma exposição itinerante que irá percorrer várias Bibliotecas e Escolas pelo país.

No Museu Caves de Santa Marta, em Penaguião, apresentar-se-á a exposição colectiva internacional intitulada ‘Douro: Património Mundial’, com a curadoria de António Franchini. Nesta mostra Diogo Goes irá apresentar o objecto-pintura de médio formato ‘Fidelitas’, acrílico sobre madeira.

Na grande metrópole de São Paulo, no Brasil, a exposição de desenho ‘A Magia da Mobilidade na Arte’, inaugurada no passado dia 10 de Maio, no Espaço Cultural CRCSP, tem a curadoria de Fernando Durão e reúne duas centenas de artistas plásticos convidados - entre os quais o madeirense Diogo Goes - representantes de seis países, Alemanha, Argentina, Brasil, Espanha, Itália e Portugal. Esta mostra estará patente ao público até ao próximo dia 4 de Junho.

Já no Funchal, a exposição colectiva ‘Livro Arbítrio’ que conta com a participação de Diogo Goes, foi inaugurada no passado dia 25 de Maio e decorre até ao próximo dia no 4 de Junho no Teatro Municipal Baltazar Dias. Esta exposição com a curadoria de Fátima Spínola, reúne obras de Andreia Nóbrega, Carolina Fernandes, Diogo Goes e Fátima Spínola, e está integrada na programação da Feira do Livro do Funchal. Nesta exposição Diogo Goes apresenta o objeto-instalação site specific, ‘Goes Circus / Je suis libre porquois?’ que teve a sua estreia internacional em 2013, na VI Bienal de Jovens Criadores da CPLP, que se realizou em Salvador da Bahia, no Brasil.

Refira-se ainda que o artista plástico havia já participado, até ao passado dia 20 de Maio, na exposição ‘Para a construção do Museu de Causas – Colecções Agostinho Santos’, patente no Convento do Corpus Christi, em Vila Nova de Gaia e que reuniu nomes como Albuquerque Mendes, Baltazar Torres, Francisco Laranjo, Graça Morais, José Rodrigues e Júlio Pomar, entre outros.

Diogo Goes é Licenciado em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Possui Formação nas áreas da Gestão e Financiamento de Organizações e Projectos Culturais, e em Pedagogia. É autor de cinquenta exposições individuais e mais de uma centena de colectivas em todo o país e estrangeiro. Além da sua actividade artística, exerce funções de docente no ensino superior e director de eventos no ramo empresarial.

Estão agendadas ainda para este ano duas novas exposições individuais na Madeira e, em 2019, outra no norte do país.

Fonte: DNotícias



NOTÍCIAS RELACIONADAS
14/08/2018
Leiria Global: conheça melhor um dos distritos portugueses e suas potencialidades
13/08/2018
Campo Maior acredita que Festas do Povo vão receber 'selo' da UNESCO em 2019
13/08/2018
Mogadouro leva à cena peça de homenagem a escritor Trindade Coelho
10/08/2018
Homenagem a Cruzeiro Seixas e mais de 600 obras nos 40 anos da Bienal de Cerveira
10/08/2018
Fadista Amália Rodrigues retratada em arte urbana no Brejão
09/08/2018
Gosta de fotografia e está por Lisboa? Este desafio é para si