home > notícias

MUNDO

04/06/2018

Dia de Portugal: Comemorações em Díli abrangem cultura, negócios e cooperação

A agenda do programa para assinalar o 10 de Junho, que se prolonga durante quatro dias, inclui uma feira da cooperação que vai dar a conhecer os projetos em que Portugal está envolvido em Timor-Leste.

As atividades que assinalam o Dia de Portugal em Timor-Leste abrangem componentes culturais, empresariais e da cooperação com o país, além de uma receção que incluirá um concerto dos Virgem Suta, disse à Lusa o embaixador português em Díli.

“É uma gama de iniciativas que a embaixada vai levar a cabo e que se focam na parte cultural, empresarial e da cooperação”, disse José Pedro Machado Vieira à Lusa em Díli.

A agenda do programa, que se prolonga durante quatro dias, inclui uma feira da cooperação que vai dar a conhecer os projetos em que Portugal está envolvido em Timor-Leste.

Uma feira do livro e uma feira de sabores, concertos e vários debates com empresas portuguesas ativas em Timor-Leste são outros dos elementos centrais do programa “Sentir Portugal”, que assinala em Díli, em junho, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

O conjunto de eventos, promovidos pela Embaixada de Portugal em Díli, pela Aicep e pelo Instituto Camões, arranca na quinta-feira com uma feira do livro e a atuação do grupo folclórico da Escola Portuguesa Ruy Cinatti no Timor Plaza, o maior centro comercial de Díli.

No mesmo dia começa um ciclo de debates com empresas portuguesas, focado em temas como o contributo destas para Timor-Leste, o papel das artes e da cultura e as oportunidades de negócio no país.

Grupo português Virgem Suta participa

Na sexta-feira é a vez do Coro da Escola Portuguesa Ruy Cinatti e do Grupo de dança Timor Furak com sons portugueses a marcarem uma ‘happy hour’ dedicada a Portugal com a atuação do grupo português Virgem Suta e do luso-timorense “Será que vai dar certo”.

Na sexta-feira e no sábado haverá ainda um mercado de sabores e um debate sobre o tema “Portugal visto por timorenses”.

“As celebrações do 10 de Junho têm sempre uma faceta lúdica e social e vão culminar na habitual receção oferecida pela embaixada, na Escola portuguesa, este ano com a presença de um grupo musical português, os Virgem Suta”, explicou o diplomata português.

José Pedro Machado Vieira referiu que “se trata de um concerto de qualidade e esta faceta cultural e recreativa é, também, um momento de convívio aberto a todos os portugueses”.

O embaixador português destacou ainda o facto de no 10 de Junho ser lançada “a Casa de Portugal, a primeira associação portuguesa em Timor-Leste”.

Fonte: Portugal Digital



NOTÍCIAS RELACIONADAS
15/10/2018
São portuguesas e foram "extraordinárias" no seu tempo. Sabe quem são?
15/10/2018
Uma das Sete Maravilhas do Mundo, Cristo Redentor completa 87 anos
15/10/2018
CAV de Coimbra explora tema do trabalho em nova exposição
15/10/2018
Associação Aldeias Históricas de Portugal promove cimeira internacional de turismo inédita
15/10/2018
'Foi Deus' é a canção portuguesa mais votada para o primeiro Cancioneiro da UE
15/10/2018
Uma 'antologia mínima' para descobrir ou redescobrir Fernando Pessoa