home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

11/06/2018

Costa lança programa MIT Portugal até 2030 virado para a inteligência artificial [Portugal]

"O futuro chega mais cedo do que o previsto. Só os que se prepararem para o futuro podem beneficiar", declarou. 

O primeiro-ministro lançou esta segunda-feira, no Massachusetts Institute os Technology (MIT), o "programa 20/30" de cooperação desta instituição norte-americana com universidades portuguesas, que terá como principal componente na próxima década a área da inteligência artificial.

António Costa visitou hoje esta prestigiada instituição universitária do estado do Massachusetts na companhia do seu ministro da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, no primeiro ponto do seu segundo dia de presença nos Estados Unidos.

De acordo com os responsáveis do programa de cooperação Portugal/MIT Dewa Newman e Bruce Tidor, a segunda fase do programa 20/30 de cooperação, depois de uma vocacionada para doutoramentos, será agora virada para as áreas da investigação, designadamente 'datascience' e 'machinelearning' - dois setores de ponta no domínio da automação.

"O futuro chega mais cedo do que o previsto. Só os que se prepararem para o futuro podem beneficiar", declarou o primeiro-ministro no final da sua visita ao MIT, perante uma plateia de cerca de duas centenas de estudantes.

Antes, o ministro da Ciência e do Ensino Superior, Manuel Heitor, referiu que o programa até 2030 envolverá cerca de 120 milhões de euros (60 milhões no MIT e outros 60 milhões em Portugal) e procurou deixar uma garantia sobre a linha política do Governo português.

"Queremos virar a nossa cooperação para o futuro, para a criação de novos trabalhos, trabalhos que neste momento ainda desconhecemos que possam existir", declarou o ministro da Ciência e do Ensino Superior.

Desde 2006, quando começou o programa de cooperação entre o MIT e a Fundação para a Ciência e Tecnologia, já passaram pela instituição norte-americana cerca de 1.100 estudantes portugueses.

O primeiro programa, que agora termina, esteve mais vocacionado para as áreas da bioengenharia, energia, transportes e materiais de manufatura.

O domínio da investigação energética continuará a ser uma componente central no segundo programa até 2030, acrescentaram à agência Lusa responsáveis do MIT e do executivo português.

Neste momento, segundo dados do executivo português, frequentam o MIT 25 estudantes.

António Costa fez uma visita demorada de duas horas e meia ao MIT, começando por ser recebido pelo presidente da instituição, Rafael Reif, que elogiou os resultados da cooperação com as universidades portuguesas e, sobretudo, os resultados económico-financeiros e sociais registados por Portugal nos últimos anos.

"É impressionante como baixaram o desemprego rapidamente até uma taxa de 7%. Sei que estão muito focados na ciência e admiro muito o vosso futebol e a vossa comida", disse.

O primeiro-ministro retribuiu os elogios e destacou o prestígio mundial do MIT: "Sei que o céu não é o vosso limite".

Durante as cerca de duas horas e meia que permaneceu no MIT, o líder do executivo esteve cerca de 30 minutos na ala de robótica, onde assistiu a uma demonstração de um robô preparado para intervir em cenários de catástrofe, designadamente acidentes de viação ou incêndios - matéria que interessou particularmente a António Costa.

Manuel Heitor questionou depois um jovem investigador do departamento sobre utilização daquele tipo de robô, não para intervenção em acidentes, mas para fins militares.

"Potencialmente pode ser desenvolvido para esse fim, mas, para já, não estamos a trabalhar com a defesa nacional", respondeu o jovem investigador.

Fonte: Correio da Manhã



NOTÍCIAS RELACIONADAS
06/11/2018
Petrobras regista lucro de 1,4 milhões de euros no terceiro trimestre do ano [Brasil]
06/11/2018
Web Summit "é montra" mundial para startups e banco de ideias para Estado [Portugal]
06/11/2018
Há 190 milhões em apoios europeus para PME's portuguesas inovadoras [Portugal]
06/11/2018
Número de transações imobiliárias atinge em 2017 máximos de nove anos [Portugal]
06/11/2018
Estudantes universitários da Madeira passam a pagar 65€ nas viagens para o continente [Portugal]
06/11/2018
Superávit comercial do Brasil tem melhor mês de outubro da série histórica [Brasil]