home > notícias

ASSOCIADOS

18/06/2018

Sonae Sierra investe 26 milhões para renovar CascaiShopping e Centro Vasco da Gama [Sonae Sierra]

A Sonae Sierra acaba de concluir as renovações dos centros comerciais CascaiShopping e Centro Vasco da Gama, em Lisboa, como resultado de um investimento total de 26 milhões de euros. O objetivo da empresa nestes projetos foi o de melhorar a experiência de visita e a atratividade dos dois centros.

Fernando Guedes de Oliveira, CEO da Sonae Sierra, argumenta que "o investimento em projetos de renovação nos centros comerciais que gerimos é uma prova da aposta que fazemos na valorização crescente do nosso portefólio”.

O que mudou no CascaiShopping

A renovação do CascaiShopping, que resultou num investimento de 14 milhões de euros, "surgiu da necessidade de realizar uma intervenção profunda que permitisse dar ao centro uma imagem mais contemporânea, em linha com o estilo de vida dos visitantes da sua zona de influência (Cascais, Estoril e Sintra), ao mesmo tempo que preservou a sua identidade original ligada à moda e ao glamour", explica a Sonae Sierra em comunicado.

Este centro comercial, que serve as zonas de Cascais e Sintra e recebeu cerca de 12 milhões de visitas em 2017, conta com 73.801 m2 de Área Bruta Locável (ABL) para 198 lojas e apresenta uma taxa de ocupação de 99,5%.

A intervenção realizada resultou numa profunda renovação no interior do centro, tendo contemplado, ainda, melhorias significativas ao nível dos parques de estacionamento. O projeto decorreu em duas fases: a primeira, inaugurada em 2016, incluiu a valorização da oferta de restauração através da criação de um conceito inovador, o Cascais Kitchen, inspirado nas feiras e mercados internacionais; já a segunda fase, agora concluída, permitiu uma alteração espacial e do design no interior do centro.

O novo conceito de arquitetura e design desta segunda fase foi inspirado no universo dos Hamptons, em Nova Iorque.

Como é o "novo" Centro Vasco da Gama

Já a renovação do Centro Vasco da Gama, que envolveu um investimento de 12 milhões, "teve por objetivo elevar a qualidade da experiência de visita ao Centro Comercial e acrescentar valor à extensa variedade e qualidade da oferta comercial, de lazer e serviços já existente, de acordo com as últimas tendências do setor", acrescenta a empresa.

Com 51.500 m2 de ABL, este shopping localizado na zona oriental de Lisboa e que recebeu cerca de 22 milhões de visitas em 2017, conta com 165 lojas e uma taxa de ocupação de 100%.

Ao longo do projeto iniciado em 2016, abriram 18 novas lojas, tendo a renovação do Centro contemplado a criação de ambientes, por um lado mais acolhedores e que privilegiassem o conforto dos visitantes e, por outro, que conferissem ao centro mais modernidade.

Para tal, foram realizadas intervenções espaciais a nível interior e a nível de esplanadas, permitindo potenciar, ainda mais, a localização privilegiada e a vista para o rio Tejo.

O novo conceito de arquitetura e design foi inspirado nas viagens em grandes navios de cruzeiro, remetendo os visitantes para um imaginário de luxo e conforto, mantendo a ligação ao tema original do centro comercial – os Oceanos.

A oferta de lazer, entre outras zonas, foi reforçada com a criação de uma esplanada interior no piso 2, numa zona menos movimentada do centro e com vista para a Gare do Oriente, num espaço confortável e moderno perfeitamente adaptado tanto para socializar, como para trabalhar ou fazer reuniões num ambiente informal e tranquilo. 

Fonte: Idealista



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/07/2018
Conforto, luxo e localização [JLL Portugal]
16/07/2018
Como se planejar para compra de moeda [Business Portugal]
16/07/2018
Delta Cafés com gestão florestal responsável [Delta Cafés]
16/07/2018
TAP lança TAP Flight Pass com descontos para clientes frequentes [TAP]
16/07/2018
Como estender o visto de turista em Portugal? [Nacionalidade Portuguesa]
16/07/2018
Vamos para o ajuste? [Reliance]