home > notícias

MUNDO

19/06/2018

Portugal pode passar a ser destino de filmagens internacionais

O Fundo de Apoio ao Turismo e Cinema foi criado em diário da República como instrumento capaz de captar eventos internacionais para Portugal e não só.

Foi publicado em Diário da República a existência do Fundo de Apoio ao Turismo e Cinema, um instrumento desenhado para captar grandes eventos internacionais para Portugal, promover a produção cinematográfica e audiovisual, afirmando Portugal como um destino de filmagens e cinema e criar instrumentos de financiamento das empresas do Turismo.

O Fundo, que entrará em vigor a 20 de Junho tem um capital de 50 milhões de euros, sendo inicialmente realizado com 30 milhões de euros. Deste montante, 10 milhões de euros serão aplicados na captação de grandes eventos internacionais; 10 milhões serão canalizados para o apoio às empresas e 10 milhões de euros serão aplicados anualmente como incentivo à produção cinematográfica e à captação de filmagens internacionais, podendo parte desta verba ser utilizada na organização de visitas de prospeção a Portugal (scouting).

Este Fundo será gerido pelo Turismo de Portugal, em articulação com o Instituto do Cinema e do Audiovisual na componente de apoio à produção cinematográfica e audiovisual e de captação de filmagens internacionais. O novo regime de incentivo às produções cinematográficas realizadas em Portugal pode atingir 30% na modalidade de “cash rebate”, que será um dos mais competitivos da Europa.

Para o Secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, o Fundo “vai reforçar a competitividade de Portugal enquanto local de produção cinematográfica e audiovisual e estimular a atividade dos produtores e coprodutores nacionais. Será um importante instrumento para atrair produções de qualidade, que aproveitem da melhor forma todo o potencial dos recursos nacionais e valorizem a cultura”.

A Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, sublinha que este Fundo “vai permitir que Portugal se posicione como um dos principais destinos para filmagens e cinema no mundo. Temos um país com condições excecionais – paisagens, clima, hospitalidade, que queremos potenciar com este novo regime de incentivo. Queremos que Portugal esteja no top das opções de países em que produtores e realizadores pensam quando quiserem fazer filmagens”.

Fonte: HardMusica



NOTÍCIAS RELACIONADAS
17/07/2018
Pelos labirintos de Fernando Pessoa
17/07/2018
Prêmio da Música Brasileira divulga lista dos indicados deste ano
17/07/2018
Isabel Minhós Martins é finalista de prémio literário norte-americano
17/07/2018
Summer Campus da Universidade do Algarve: uma experiência para a vida de dezenas de brasileiros
17/07/2018
Companhia de Dança quer Viseu como foco privilegiado de formação
17/07/2018
Algés volta a ser palco do NOS Alive nos próximos cinco anos