home > notícias

ASSOCIADOS

16/07/2018

Como se planejar para compra de moeda [Business Portugal]

No Artigo de hoje vamos falar sobre como se planejar para compra de moeda para pequenas e médias operações a curto prazo.

Câmbio não é investimento e em muito é especulação por isso temos sempre de estar atentos e plenejar

Antes de iniciarmos, cabe aqui uma abordagem mais direta sobre o assunto pois, pequenas operações para compra de moeda para algum uso futuro não é um investimento, pois as devidas variações cambiais estão sempre sujeitas a diversos fatores externos, portanto, cuidado ao tratar deste assunto como investimento!

Como nosso objetivo aqui não é criar nenhuma “Formula mágica” pois o que aqui observamos são as questões mais frequentes que nossos clientes iniciais abordam e por isso, seguem algumas dicas de Como se planejar para compra de moeda.

Ao buscar empreender em Portugal, este é um dos primeiros itens a se pensar e planejar, sempre em função do tempo e datas alvo em seus processos. Estamos aqui para auxiliar desde este primeiro passo e podem contar conosco para este tipo de aconselhamento e planejamento personalizado.

Então, vamos aos passos abaixo:

1 – Tenha um objetivo definido.

Este objetivo pode ser algo como nos exemplos abaixo:

  • Obter um valor de X Euros em determinado período
    • Busco acumular 100mil Euros em um período de 12 meses

  • Operar por um determinado período de tempo para obter um resultado.
    • Possuo um valor extra durante algum período e neste período, irei tratar de compra de moeda.

  • Ser simplesmente para preservar algum recurso extra para algum uso futuro no exterior.
    • Devo efetuar alguma viagem em breve ou aquisição no exterior e com isso, espero que o valor de que necessito esteja programado e disponível. (um tanto relativo aos anteriores)

Seja qual for, o primeiro passo é sempre ter um plano básico, agarrar neste e seguir até o fim.

2 – Longo prazo curto prazo?

Uma vez que já está definido o objetivo a ser seguido é aqui que vamos a ação de como se planejar para compra de moeda.

Operações de curto prazo (até 6 meses) podem sofrer menores varições do que operações por exemplo, de 1 ou 2 anos, e para isso, sempre sugerimos que o cliente trabalhe com valores médios.

Mas mesmo assim, movimentos políticos, macroeconômicos e toda situação que o mundo hoje vive (2018) pode tornar muito complicado de se prever algo, sendo que a nossa dica aqui de como se planejar para compra de moeda é focada na obtenção dos valores médios sobre um determinado período.

O Fato de operar a curto ou longo prazo é mais relevante no contexto de já estar preparado para iniciar ou existir um pré-período determinado para tratar disso, como por exemplo:

“irei fazer câmbio nos 12 meses que seguirem logo da venda de um imóvel”

Não há uma data inicial acima definida e eventualmente, mesmo o valor ainda poderá variar em função da venda, mas já há um prazo posterior para a operação total ser realizada!

3 – Conta no país de destino / moeda de destino

Muitas vezes é possível em viagens ao exterior, efetuar a abertura de uma conta bancária em moeda de destino, o que poderá trazer imensos benefícios e facilitar as remessas ao exterior.

Se tens alguma viagem programada para algum país, vale conversar com seu banco e verificar se eles possuem alguma atividade naquele país OU se o país mesmo, possui algum banco com atividade no seu país de origem.

Em Portugal por exemplo, o banco Millennium, possui escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro, e podem estes facilitar desde o Brasil ainda, processos com abertura das contas. Podemos aqui fazer o Link de contato entre as agências daqui e do Brasil para prestar orientação.

Outra situação de exemplo comum é que, mesmo Portugal possuindo agências do Banco do Brasil (mas que restaram apenas algumas poucas) estas não comunicam com correntistas do Brasil.

Outros bancos, que possuem o mesmo nome em diferentes países, nem sempre tramitam informações. Estamos abertos que nos enviem aqui no site uma mensagem sobre o assunto e podemos levantar estas informações com bancos parceiros.

4 – Relacionamento com Bancos e Corretoras

Já mencionado acima sobre bancos, mas sempre vale o contato com o SEU banco e verificar as opções e de como trabalham com entidades no exterior.

Também há diversas corretoras de câmbio que operam em diversas frentes, mas normalmente estas necessitam que exista uma conta destino para depósito de valores, logo, o primeiro passo acaba sendo mesmo o banco.

Não vamos mencionar aqui operações em criptomoedas ou até cartões viagem ou pré pagos, pois não é o nosso foco neste artigo!

Sobre corretores, ao existirem suas contas já abertas, podemos recomendar alguns parceiros nossos para estas operações, basta nos enviarem também uma mensagem.

5 – Mas como obter um valor médio cambial?

Basta dividir em prestações as suas operações, seja em função do valor ou do tempo.

Por exemplo:

  • Durante os próximos meses, serão adquiridos 5mil Euros a cada 15 dias.
    • Logo, dentro de 10 meses, serão obtidos os 100mil Euros do exemplo acima!
  • Durante o período em que possui um valor a ser recebido mensalmente (um aluguel, um pagamento de algum acerto sobre algum negócio ou algum rendimento a prazo), irei traduzir este valor para operação cambial.
    • Logo, passados os X meses deste período, o valor obtido será o valor médio e assim já estavam programadas as operações.

Os exemplos acima, são muito simples, mas possibilitarão com que, ao passar dos 10 meses, o valor médio seja obtido, sem sustos maiores ou grandes perdas.

Poderia ser possível eventualmente otimizar algo com “alguma sorte“, mas não convêm contar com a sorte e deixar pra última hora este tipo de operação, estamos falando aqui de câmbio comum e não de operações de comércio exterior, que possuem outras ferramentas para apoio.

Sobre comércio exterior, recomendo que assistam o vídeo de nosso colega Carlos Moura da Athena Trading, que possui o canal Acelera Export:

Video parceiro Carlos Moura sobre Câmbio para quem trabalha com comércio exterior.

Esperamos assim ajudar com vosso planejamento de empreender em Portugal, sendo este um importantíssimo tópico a ser sempre levado em consideração desde os primeiros passos.

Alguma informação basta enviar-nos uma mensagem.

Fonte: Assesoria



NOTÍCIAS RELACIONADAS
13/08/2018
Pinheiro Neto é destaque no Chambers Latin America 2019 [Pinheiro Neto Advogados]
13/08/2018
Tecnologias e formas disruptivas de recrutamento e seleção [Gi Group Brasil]
13/08/2018
Tributação de Fundo Fechado e FIP – PL 10.638/2018 (Brasil) [FCB - Sociedade de Advogados]
13/08/2018
POINT2POINT amplia área comercial e marketing em Portugal [Point2Point]
13/08/2018
MDS NO CONARH 2018 [MDS Insure Brasil]
13/08/2018
Práticas e advogados do nosso escritório são reconhecidos pela Chambers Latin America [Cescon Barrieu]