home > notícias

MUNDO

01/08/2018

Universidade portuguesa tem quotas para emigrantes e descendentes

A quota de sete por cento para os emigrantes e descendentes entrarem na universidade portuguesa nunca foi preenchida.

O concurso de acesso ao ensino superior tem um contingente de 3500 vagas para emigrantes.  Nesse sentido, em declarações à Antena 1, o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, lançou o apelo para que as vagas sejam preenchidas.

O número de emigrantes que concorrem ao ensino superior português está a aumentar. Passou de cerca de uma centena em 2014 para mais de 250, no ano passado. Valores ainda abaixo das 3500 vagas para o contingente da emigração.

Para fazer a candidatura os emigrantes devem residir num determinado país durante pelo menos dois anos e a apresentação de uma prova em como terminaram o ensino secundário, ou equivalente.

Para além da realização de provas similares às provas específicas usadas no concurso nacional de acesso ao ensino superior. 

As candidaturas de acesso ao ensino superior estão abertas até 7 de agosto.

Fonte: Revista de Portugal e das Comunidades



NOTÍCIAS RELACIONADAS
05/12/2019
29ª Edição do Programa de Exposições do CCSP – 2ª Mostra
05/12/2019
Musicais no Cinema
05/12/2019
Bailado clássico O Quebra-Nozes regressa ao Teatro Camões a partir de sexta-feira
05/12/2019
Bienal de São Paulo abre novamente a porta a artistas portugueses
05/12/2019
From Lisboa to the World - Exposição mostra arte portuguesa ao mundo
05/12/2019
Filme sobre a emigração portuguesa com estreia mundial no Luxemburgo