home > notícias

MUNDO

01/08/2018

Universidade portuguesa tem quotas para emigrantes e descendentes

A quota de sete por cento para os emigrantes e descendentes entrarem na universidade portuguesa nunca foi preenchida.

O concurso de acesso ao ensino superior tem um contingente de 3500 vagas para emigrantes.  Nesse sentido, em declarações à Antena 1, o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, lançou o apelo para que as vagas sejam preenchidas.

O número de emigrantes que concorrem ao ensino superior português está a aumentar. Passou de cerca de uma centena em 2014 para mais de 250, no ano passado. Valores ainda abaixo das 3500 vagas para o contingente da emigração.

Para fazer a candidatura os emigrantes devem residir num determinado país durante pelo menos dois anos e a apresentação de uma prova em como terminaram o ensino secundário, ou equivalente.

Para além da realização de provas similares às provas específicas usadas no concurso nacional de acesso ao ensino superior. 

As candidaturas de acesso ao ensino superior estão abertas até 7 de agosto.

Fonte: Revista de Portugal e das Comunidades



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/06/2019
The Send no Brasil: conheça o coletivo de missionários que deve levar 80 mil 'webcrentes' ao Estádio do Morumbi
18/06/2019
Festival destaca património cultural de freguesia de Castelo Branco
18/06/2019
Músico brasileiro Seu Jorge atua no EA LIVE Évora a 18 de agosto
18/06/2019
Semana Acesso Cultura decorre a partir de hoje em dez cidades do país
18/06/2019
Folio 2019 vai reunir em Óbidos escritores de 11 países
18/06/2019
Salvador vai intensificar ações de promoção turística no Brasil e na América Latina