home > notícias

MUNDO

01/08/2018

Vai nascer em Lisboa o Museu do Terramoto de 1755

Proposta foi aprovada pela Assembleia Municipal de Lisboa há cerca de duas semanas, tendo contado com os votos a favor do PS, CDS, MPT e um deputado independente.

É impossível contar a história da cidade de Lisboa sem mencionar o terramoto seguido de tsunami que destruiu a capital a 1 de novembro de 1755.

Tendo em conta que a tragédia foi o mote para reorganização da cidade tal qual como a conhecemos hoje, a empresa Turcultur apresentou um projeto turístico que visa, não só contar a história, como proporcionar uma experiência idêntica à do terramoto e tsunami.

O projeto, que pode ser consultado no site da Assembleia Municipal de Lisboa, pretende ser uma “experiência imersiva” que permita ao visitante ver com os seus “próprios olhos a cidade a desmoronar-se com a violência do terramoto”, sentir o “calor do incêndio de Lisboa” e ser “apanhado pela gigantesca onda das águas do Tejo”.

“O Lisbon Quake leva-nos ao epicentro de um dos maiores terramotos de que há registo na história da humanidade Esta viagem, que começa nos dias de hoje, ensinando o que são terramotos com um enquadramento científico dos mesmos, transporta-nos no tempo até à Lisboa antiga anterior à catástrofe e mostra-nos como foi a sua reconstrução”, lê-se no projeto apresentado aos deputados municipais.

O Quake – Centro do Terramoto de Lisboa pretende ser um espaço didático, mas também de entretenimento, tendo a “ambição de se tornar para Lisboa o mesmo que é o museu Madame Tussauds para Londres, a Gaudi Experience para Barcelona, a Casa Anne Frank para Amesterdão ou o Checkpoint Charlie Museum para Berlim”.

A Turcultur estima que o museu, que irá localizar-se num terreno da Câmara Municipal de Lisboa na Rua da Junqueira, junto ao Museu dos Coches, receba mais de 525 mil visitantes por ano.

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
17/04/2019
ACERVO EM TRANSFORMAÇÃO: MUSEUM OF CONTEMPORARY ART CHICAGO NO MASP
17/04/2019
Seminário promove debates sobre o cenário cultural, artístico e político no Brasil
17/04/2019
Há dez obras de arte portuguesas em exposição em dez municípios no Alto Minho
17/04/2019
Feira do Livro do Porto homenageia Eduardo Lourenço em setembro
17/04/2019
Entradas em museus e monumentos da DGPC gratuitas na próxima 5.ª feira
17/04/2019
Galerias romanas vão ser museu. E abrir mais vezes por ano