home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

02/10/2018

BNDES investirá R$ 2 bilhões em financiamento para energia limpa [Brasil]

Financiamento de até 100%. Fundo Clima: R$ 228 milhões

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social) anunciou uma linha de crédito permanente para apoiar investimentos em fontes de energia renováveis. A linha Finame Energia Renovável é destinada à condomínios, empresas, cooperativas, produtores rurais e pessoas físicas. A dotação inicial é de R$ 2 bilhões.

O financiamento poderá ser de até 100% do total a ser aplicado nos equipamentos e o prazo de pagamento é de até 120 meses, com carência de até 24 meses.

A iniciativa foi anunciada nesta 5ª feira (27.set.2018) em conjunto com outra linha de crédito, também para financiamento de instalações de energias renováveis, destinada para pessoas físicas e microempresas de todo o país. Serão R$ 228 milhões provenientes do Fundo Clima, vinculado ao MMA (Ministério do Meio Ambiente).

A taxa de juros será de 4% para quem tem renda anual de até R$ 90 mil. Para os rendimentos superiores, a taxa será de 4,5%. A carência dessa linha de crédito também será de 24 meses e o prazo máximo de amortização é de 12 anos.

REGRAS

Os equipamentos a serem financiados pela linha Finame devem ser novos, nacionais e cumprir os requisitos de conteúdo local.

O BNDES firmou um convênio com a Caixa Econômica Federal e outros bancos de desenvolvimento para que também possam operar o Fundo Clima.

A expectativa é aquecer o mercado e alcançar até 18 mil instalações de painéis solares em pequenas propriedades, principalmente zonas rurais.

Fonte: Poder 360



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/12/2018
Portugal terá 45% da energia consumida com origem em renováveis até 2030 [Portugal]
18/12/2018
Turismo será fundamental para evolução da atividade e do emprego [Portugal]
18/12/2018
Terminal de cruzeiros de Leixões bate novo recorde de turistas [Portugal]
18/12/2018
Balança tem superávit de US$ 918,351 milhões na segunda semana de dezembro [Brasil]
18/12/2018
Douro ajudou a abrir o mapa turístico de Portugal e duplicou dormidas [Portugal]
18/12/2018
China é principal destino das exportações brasileiras em novembro [Brasil e China]