home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

11/12/2018

Volume de negócios na indústria cresce 5,4% em outubro [Portugal]

O índice de volume de negócios na indústria cresceu 5,4% em outubro (1,9% no mês anterior), na comparação nominal homóloga, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A subida em 3,5 pontos percentuais foi justificada pelo INE por efeitos de calendário, dada a diferença de número de dias úteis.

Já os índices de vendas para os mercados nacional e externo passaram de aumentos de 2,6% e 0,9% em setembro, respetivamente, para 7,4% e 2,5% em outubro, acrescentou o INE.

O agrupamento de bens de investimento registou um crescimento de 11,9% (10,2% em setembro), do qual resultou um contributo de 1,9 pontos percentuais para a variação do índice total.

Por seu lado, os índices de bens intermédios e de bens de consumo passaram de diminuições de 1,2% e 1,5% em setembro, respetivamente, para aumentos de 4,7% e 4% em outubro e contribuíram com 2,7 p.p. para a variação do índice agregado.

O índice de energia variou 3,7% (4,9% em setembro).

As vendas na indústria para o mercado nacional cresceram 7,4% (2,6% em setembro), graças sobretudo ao agrupamento de energia (3,9 p.p.), face ao aumento de 12,7% (6,1% em setembro).

Os bens de consumo cresceram 6,3%, os bens intermédios aumentaram 3% em outubro e os bens de investimento abrandaram 6,7 p.p., para um aumento de 8,5% em outubro.

O volume de negócios na indústria apresentou um aumento mensal de 6,0% (1,3% em outubro de 2017).

Quanto ao mercado externo, o índice de vendas registou um crescimento homólogo de 2,5% (0,9% em setembro). Os agrupamentos de bens de investimento e de bens intermédios cresceram 13,8% e 6,7% em outubro, e contribuíram conjuntamente com 5,8 p.p. para a variação do índice deste mercado.

Os bens de consumo aumentaram 0,8%, enquanto o agrupamento de energia decaiu 37,2%.

Os índices de emprego e de remunerações tiveram aumentos homólogos, respetivamente de 2,1% e 3,8% em outubro (2,0% e 3,6% no mês anterior, pela mesma ordem).

O índice de horas trabalhadas passou de uma redução de 1,4% em setembro para um aumento de 4,9% em outubro.

As variações mensais dos índices de emprego e de remunerações foram de 0,2% (0,1% em outubro de 2017). O índice de horas trabalhadas aumentou 9,3% em outubro (2,7% em igual mês do ano anterior).

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/07/2019
Luís Miguel Ribeiro é o novo Presidente da Associação Empresarial de Portugal [Portugal]
16/07/2019
Indicador Antecedente da Economia sobe 0,9% em junho, diz FGV [Brasil]
16/07/2019
Galp conclui compra da Tagusgás por 32 milhões de euros [Portugal]
16/07/2019
Atividade econômica sobe 0,54% em maio [Brasil]
16/07/2019
Depois da venda da banca comercial, Deutsche Bank muda o líder em Portugal [Portugal]
16/07/2019
Presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anuncia nova diretoria [Brasil]