home > notícias

MUNDO

18/12/2018

Academia Portuguesa de Cinema distinguiu 12 novos realizadores com Prémios Sophia Estudante

82 concorrentes e 34 nomeados, todos alunos de escolas superiores e técnicas do Norte de Portugal.

A Academia Portuguesa de Cinema distinguiu esta quinta-feira 12 realizadores em início de carreira com os Prémios Sophia Estudante, nas categorias de Ficção, Documentário, Animação e Experimental, numa cerimónia no Teatro Municipal Rivoli, no Porto.

Os Prémios Sophia Estudante são uma iniciativa da Academia Portuguesa de Cinema, com o apoio do Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito da promoção do cinema estudantil.

CURTA-METRAGEM

O prémio de Melhor Curta-Metragem de Animação foi atribuído a "O Chapéu", de Alexandra Allen, aluna do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA). Na mesma categoria foram ainda distinguidos "Harden Edges", de José Carlos da Costa Bizarro Morais (IPCA), com o 2.º lugar, e "Bruma", de Sofia Cachim, Daniela Santos, Gabriel Peixoto e Mónica Correia (Universidade Católica do Porto), com o 3.º lugar.

Na categoria de Melhor Curta-Metragem de Documentário, o primeiro prémio foi atribuído a "Um Homem não é um Homem Só", de Alberto Seixas, aluno da Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde (ESMAD). Nesta categoria o segundo e o terceiro lugares distinguiram, respetivamente, "After the Fire", de Ahsan Mahmood (Universidade Lusófona de Lisboa), e "Terra Ardida", de Francisco Romão (ETIC -- Escola de Tecnologias Inovação e Criação).

O prémio de Melhor Curta-Metragem Experimental foi para "Memoriam", de Andreia Pereira, também aluna da ESMAD. Na mesma categoria foram também distinguidos "No Fim do Mar", de João Monteiro (ESAP -- Escola Superior Artística do Porto), com o segundo lugar, e "Aurora", de Lourenço Vaz e Rita Isaúl (ETIC), com o 3.º lugar.

"Tomorrow Island", de Gwenn Joyaux, da Universidade Lusófona de Lisboa, venceu o primeiro lugar na categoria de Melhor Curta-Metragem de Ficção, na qual foram ainda distinguidas "Sputnik", de Miguel Magalhães (Universidade Católica do Porto), com o 2.º lugar, e "Ruptura", de Gonçalo Santos (ESMAD), com o 3.º lugar.

MELHOR CARTAZ

Este ano foi ainda entregue, pela primeira vez, o prémio Sophia Estudante de Melhor Cartaz. Nesta categoria, foram distinguidos os cartazes de "Bruma", da designer Mónica Correia, da Universidade Católica do Porto (1.º lugar), de "Um Homem não é um Homem Só", da designer Sara Gonçalves, da ESMAD - Escola Superior de Media Artes e Design de Vila do Conde (2.º lugar), e "Flor de Lótus", da designer Maria Clara Norbachs, da Universidade da Beira Interior (3.º lugar).

GRANDE PRÉMIO SOPHIA ESTUDANTE

Tal como na edição do ano passado, os premiados de cada categoria foram selecionados para disputarem o grande prémio Sophia Estudante, que será entregue na cerimónia dos Prémios Sophia, que em 2019 se realiza em 24 de março.

Além da cerimónia de hoje à noite no Teatro Rivoli, a 5.ª edição dos Prémios Sophia Estudante, que teve como tema "O Som no Cinema", incluiu 'masterclasses' do editor de som lusodescendente Nelson Ferreira, nomeado aos Óscares este ano na categoria de Melhor Edição de Som pelo filme "A Forma da Água", de Guillermo del Toro, e com o misturador de som norte-americano Tom Fleischman, cinco vezes nomeado aos Óscares e vencedor em 2012 na categoria de Melhor Edição de Som pelo filme "A Invenção de Hugo", de Martin Scorsese.

Tom Fleischman irá receber o Prémio Carreira (Life Achievment Award) da Academia Portuguesa de Cinema, bem como com o Diploma de Membro Honorário Internacional da mesma, numa cerimónia que irá decorrer na sexta-feira à noite na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa.

Fonte: SIC Notícias



NOTÍCIAS RELACIONADAS
16/01/2019
Google Arts & Culture permite visitar arte portuguesa a partir de qualquer parte do mundo
16/01/2019
Prémio Literário Armando Silva Carvalho distingue escritores da lusofonia
16/01/2019
Venha deliciar-se na Feira do Queijo Serra da Estrela 2019
16/01/2019
Enoturismo. Faturação da Porto Cálem aumentou 40% no ano passado
16/01/2019
Duas marcas portuguesas de vinhos distinguidas com prémio internacional
16/01/2019
Livraria Lello celebra 113 anos