home > notícias

MUNDO

06/03/2019

Fotografias do Porto da década de 1970 vão ser expostas em Nova Iorque

Trabalhos fotográficos realizados pela artista portuguesa Elvira Leite no ano de 1977 no Porto vão estar em exposição na Mishkin Gallery, em Nova Iorque, a partir de 13 de março.

A exposição, intitulada "Pedagogia das ruas: Porto 1977", será apresentada em 13 de março às 17:00 locais (mais cinco horas em Lisboa) e estará disponível até 09 de maio, numa galeria que pertence ao Baruch College, da Universidade de Nova Iorque.

Segundo um comunicado enviado hoje à agência Lusa, "Pedagogia das ruas: Porto 1977" é um conjunto de fotografias de estudo que a pintora e educadora Elvira Leite realizou em volta da Sé do Porto, na zona de Pena Ventosa, em interação com crianças e para analisar o seu comportamento e recetividade a novas metodologias de ensino em espaços públicos, na década de 1970.

A exposição conta com a curadoria de duas docentes da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Lúcia Almeida Matos e Susana Lourenço Marques, que em 2016 apresentaram a exposição "Quem te ensinou? -- Ninguém" no Porto, com os trabalhos de Elvira Leite.

A mostra de imagens vai juntar materiais de arquivo do Serviço de Apoio Ambulatório Local (SAAL), um programa estatal de alojamento criado em 1974 para dar resposta à crise de habitação em Portugal, um projeto que, segundo o comunicado, deu oportunidades e esperanças aos artistas de criar melhores condições de vida e manter os laços de comunidade.

O comunicado do Baruch College, que irá receber a exposição, explica que o SAAL tentou enfatizar a parte social e coletiva do design, construção e administração, o que inspirou Elvira Leite a ver o espaço público como palco para projetos dirigidos à infância, onde as crianças encontrassem coisas de interesse pessoal no espaço que as rodeava.

O objetivo do Serviço de Apoio Ambulatório Local passava por "desenvolver por todo o país ações de renovação urbana lideradas por arquitetos e artistas, com o objetivo de combater as carências habitacionais que atingiam as classes mais populares", escreveu o portal de notícias da Universidade do Porto em 2016.

Por seu lado, a Galeria Mishkin de Nova Iorque descreve que, "por um breve, mas explosivamente criativo ano após a dissolução do SAAL [1976], as ruas do Porto -- vistas como um bairro insalubre da classe operária no centro da cidade -- tornaram-se num sítio para a arte, participação e discurso de e para crianças".

"Pedagogia das ruas: Porto 1977" em Nova Iorque tem apoio da Universidade do Porto, da Fundação Calouste Gulbenkian, do Baruch College e da Weissman School of Arts and Sciences.

Elvira Leite nasceu no Porto em 1936 e seguiu por uma carreira artística e pedagógica depois de se licenciar na Escola Superior de Belas Artes do Porto, em 1962.

Além de ter sido professora do ensino básico, secundário e universitário e dedicar-se também a atividades de animação cultural, foi consultora da UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura e colaborou com o governo português em ações de formação.

Elvira Leite foi condecorada, em maio de 2014, pelo Presidente da República Cavaco Silva com a Ordem do Infante D. Henrique.

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
20/03/2019
Vinhos do Alentejo promovidos em Lisboa em abril
20/03/2019
Igreja de Caminha classificada como Monumento de Interesse Público
20/03/2019
Alentejo concorre ao título «destino turístico de excelência»
20/03/2019
Festival na Pampilhosa da Serra desafia público a limpar linhas de água
20/03/2019
Exposição permite viajar até dentro do cérebro
20/03/2019
Livro como objeto e produtor de cultura é exposição no Museu do Chiado