home > notícias

ASSOCIADOS

26/03/2019

Os riscos da confusão entre marcas [Peduti Advogados]

Os conflitos relacionados às marcas podem surgir por diversos motivos, dentre eles, pela confusão entre signos marcários que, de modo simples, nada mais é do que o fato de um consumidor médio adquirir determinado produto ou serviço acreditando ser o que de fato não é.

Para verificar se existe confusão, é imprescindível que ocorra a comparação entre as características dos conjuntos marcários em sua totalidade. Para tanto, deve-se verificar se as marcas se destinam a identificar o mesmo tipo de produto ou de serviço, se atingem o mesmo público consumidor, se são semelhantes gramaticalmente, em aparência (trade dress),  em fonética,  em significadose a marca infratora se caracteriza pelo intuito fraudador, ou seja, de enganar o consumidor, entre outros detalhes.

O grande risco que a confusão pode ocasionar é retirar da marca seu caráter único. Para que a marca não perca seu escopo de diferenciar produtos e serviços dos demais presentes no mercado, se tornando apenas um termo comum, o risco de confusão entre signos marcários deve ser analisado por advogados especializados no tema para que, existindo tal possibilidade, as medidas cabíveis sejam tomadas.

Fonte: Peduti Advogados



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/04/2019
Métodos Híbridos para a gestão de projetos: Uma abordagem prática [Síntese Consultoria]
24/04/2019
EDP lança programa de aceleração global para startups do setor de energia [EDP]
23/04/2019
Investir e viver em Portugal [Global Trust]
23/04/2019
Livro sobre os portugueses e o tropeirismo nos séculos XVI e XVII no Brasil [Essential Idea]
23/04/2019
EDP orienta sobre riscos com a rede de energia ao construir ou reformar [EDP]
23/04/2019
Perdão de dívida:Não incidência do PIS e da COFINS [Gaia, Silva, Gaede Advogados]