home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

03/04/2019

Portugal é um dos países da UE onde mais se come fruta e vegetais [Portugal]

De acordo com os dados do Eurostat, 81% dos portugueses consumiu fruta todos os dias em 2017, sendo ultrapassados por Itália. Relativamente aos legumes, Portugal está em 4.º lugar dos países da UE.

Portugal é o segundo país da União Europeia (UE) onde a população mais come fruta diariamente, ocupando também o quarto lugar no que toca ao consumo diário de legumes, acima da média comunitária.

Segundo dados divulgados pelo Eurostat, o gabinete de estatísticas da UE, 81% da população portuguesa consome fruta todos os dias em 2017 (dados mais recentes), sendo apenas ultrapassada por Itália, onde este consumo diário rondava os 85%.

No que toca ao consumo de legumes, Portugal fica em quarto lugar (com 78% da população a fazê-lo diariamente), apenas atrás da Irlanda (84%), Bélgica (84%) e Itália (80%). Em ambos os consumos, a média comunitária é de 64%.

Em sentido contrário, os países com menor consumo de fruta eram, em 2017, a Letónia (35%), a Bulgária e a Lituânia (ambos com 37%). Já a Hungria (30%), a Roménia (41%) e a Letónia (44%) eram os que menos comiam legumes.

Em toda a UE, uma em cada quatro pessoas (27%) comia fruta duas vezes por dia em 2017, enquanto 37% da população comunitária o fazia uma vez por dia e a restante 36% o fazia com menor frequência, pelo menos uma vez por semana.

Em menor número, 23% da população da UE comia vegetais duas vezes por dia nesse ano, enquanto 40% o fazia uma vez também diariamente.

Fonte: Revista de Portugal e das Comunidades



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/04/2019
Vila Galé inaugura segundo hotel no Douro, onde também produz vinho
24/04/2019
Convite Network Metting-FabLabs Portugal, 25 de Abril - AICEP [Brasil]
24/04/2019
Comunicado de Consulta e Audiência Pública-Concessão do Mercadão [Brasil]
23/04/2019
O português Miguel Patrício vai dirigir o gigante Kraft Heinz [Portugal]
23/04/2019
Concurso de Empreendedorismo dos Açores já permitiu criar 11 empresas [Portugal]
23/04/2019
Número de desempregados no centros de emprego cai 15%. Alentejo 'lidera' [Portugal]