home > notícias

ASSOCIADOS

03/04/2019

Tempo de Semear [Capistrano Sociedade de Advogados]

Notícia de ontem, 01/04/2019, publicada no Boletim Diário do LinkedIn: “Empresas projetam retomada da economia para 2020. O setor empresarial abandonou a expectativa de viver uma retomada substancial nos negócios ainda em 2019. Entre os empresários, evolui o sentimento de que o crescimento vai ficar para o próximo ano – o entendimento atual é que nem mesmo a aprovação da reforma da Previdência conseguiria mudar o cenário a esta altura. Os empresários culpam a desarticulação política do governo no início de mandato. Na avaliação do setor, não há ambiente seguro para investimento e, sem investimentos nas operações já existentes ou na abertura de novas unidades neste ano, o cenário no mercado de trabalho se deteriora.”

Arrisco dizer: para as empresas e investidores mais conscientes a notícia tem seu viés positivo. Explico:

Temos ainda oito meses para 2020. Em verdade, temos mais tempo para a economia voltar a crescer, pois certamente isso não ocorrerá no primeiro dia do próximo ano. Nesse período, então, é tempo de semear. Quem não o fizer agora vai ‘perder tempo’ de crescimento semeando depois, às pressas e com custos maiores.

Se a previsão é que a economia retome o seu crescimento em 2020 e, até lá, ainda temos um bom tempo, então devemos nos preparar agora. Quando o tempo de colheita chegar, que semeou agora está preparado.

Darei, aqui, dois exemplo de serviços jurídicos que podem preparar as empresas e investidores para o período da colheita:

  • Implementação de programas de integridade, ou Compliance, ainda em 2019. Muitas empresas ainda não possuem um programa eficaz, com equipe treinada. Se o crescimento é para 2020, há tempo suficiente para que a empresa não precise se preocupar com isso na época da colheita.
  • Investimento em imóveis em leilão. Diversos investidores já perceberam que a hora de arrematar imóveis é agora. Com a previsão de que o mercado imobiliário retome forças em 2020, uma arrematação feita em 2019 terá o potencial de um retorno financeiro ainda maior se o imóvel for vendido em 2020, aumentando ainda mais a projeção de lucro do investidor.

Então não percamos tempo. Preparemo-nos para a retomada dos negócios de maneira organizada, diferenciando o que é custo do que é investimento necessário para o crescimento. Quem semear agora, colherá melhores frutos depois.

Autor: Rubens Capistrano

Fonte: Assessoria



NOTÍCIAS RELACIONADAS
18/06/2019
Novas regras para o seguro fiança locatícia [Pinheiro Neto Advogados]
18/06/2019
DEBATE - O uso de tecnologias na reforma do Estado: a experiência de Portugal [Fundação FHC]
18/06/2019
Congresso Mundial das Redes da Diáspora (Porto, 13-14 de julho) [Consulado Geral de Portugal]
18/06/2019
Projetamos, implementamos e acompanhamos full time a infraestrutura do seu projeto na nuvem [Claranet]
18/06/2019
EDP e Eneva inauguram primeira estrada do Ceará construída com cinzas de carvão [EDP]
18/06/2019
Pestana Hotel Group conquista cinco ‘óscares’ do turismo no WTA Europa [Cunha Vaz]