home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

15/05/2019

Têxteis-Portugal acumula prêmios de inovação na Alemanha [Portugal]

Portugueses conquistam três dos sete Techtextil Innovation Awards. Penedo/Sedacor, Tintex e UBI estão no topo da inovação têxtil a nível mundial

Têxteis Penedo/Sedacor, Tintex e UBI - Universidade da Beira Interior conquistaram três dos sete Techtextil Innovations Awards, na Alemanha, colocando os têxteis Made in Portugal no topo da inovação a nível mundial.

O caminho percorrido pelo sector para chegar aqui foi longo, com o Fórum do Futuro, no Modtissimo, a destacar-se como a primeira iniciativa para ajudar a indústria têxtil e do vestuário (ITV) lusa a subir na cadeia de valor e a apostar na inovação. E se no início nem havia produtos portugueses para apresentar, o que fazia deste Fórum apenas uma montra do que de melhor se fazia lá fora nesta área, em 10 anos, o salto é claro: os prémios da Techtextil, o principal certame de têxteis técnicos à escala global, começam a ser ganhos por empresas e instituições do sistema cientifico e de investigação português.

“É com num enorme orgulho que 16 anos depois de ter estado na Techtextil a olhar para o que então se fazia de mais avançado nesta indústria, com os olhos arregalados como um miúdo com o nariz esborrachado no vidro da montra da loja de chocolates, veja agora a nossa ITV chegar ao top da inovação a nível mundial - e vejo isso ser internacionalmente reconhecido”, comenta Braz Costa diretor geral do CITEVE - Tecnologia Têxtil, numa primeira reação aos três troféus conquistados por Portugal na Techtextil, a feira de têxteis técnicos a decorrer entre hoje e sexta-feira na Messe Franckfurt, na Alemanha.

No caso da parceira entre têxteis e cortiça da Têxteis Penedo/Sedacor para o desenvolvimento do Cork.a Tex-Yarn, em colaboração com o Citeve e a FEUP - Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, é preciso ainda somar ao galardão o facto de este ter sido o único dos sete produtos premiados destacados no discurso do presidente do júri, o belga Jan Laperre: “A nossa tarefa fica facilitada quando aparecem produtos como o fio revestido a cortiça. Não só se trata de um produto natural, que acrescenta ao fio propriedades de isolamento e térmicas. É também um magnífico exemplo de economia circular, pois aproveita desperdícios da indústria de cortiça e é um excelente exemplo de investigação no sector”, afirmou.

A Tintex, provavelmente a empresa portuguesa com mais prémios internacionais no currículo, liderou o consórcio que juntou o CITEVE, CeNTI - Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos Funcionais e Inteligentes, Ervital e Bioinvitro no desenvolvimento do processo ecológico Picasso de tingimento sustentável, que traz poupança de água e utilização de produtos naturais, como cogumelos, em vez de químicos.

Já o E.caption 2.0, desenvolvido pela UBI com a colaboração do Instituto de Telecomunicações de Aveiro, é um casaco inteligente e seguro para os técnicos que fazem a manutenção das antenas de radio base.

“Quando é preciso fazer reparações nestas antenas, o mais habitual é deitar abaixo o sinal para proteger os técnicos, mas isso deixará de ser necessário com o uso do E-caption 2.0, uma vez que este casaco tem uma camada de condutores que bloqueia as radiações”, explica Caroline Loss, bolseira de doutoramento na UBI, envolvida no desenvolvimento deste casaco que protege e tem um circuito incorporado que capta a energia, emitindo um alerta se as radiações atingirem um patamar perigoso para o técnico.

A. SAMPAIO, LIPACO E PENEDO NO QUADRO DE HONRA DA SUSTENTABILIDADE

Mas a Penedo e mais duas empresas portuguesas - A. Sampaio e Lipaco - entraram, também, noo quadro de honra da sustentabilidade do certame e fazem parte do primeiro diretório sustentável dos expositores, que procura c hamar a atenção de todo o sector para as práticas e credenciais de alguns dos seus expositores e junta 47 empresas, 11 das quais alemãs.

A ITV lusa participa com 40 empresas na Techtexil, a decorrer entre hoje e sexta-feira, vocacionada para um segmento que já representa 17% da produção global da fileira na Europa, sob a liderança da Alemanha, onde os têxteis técnicos somam vendas no valor de 13 mil milhões de euros.

Fonte: Expresso

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
06/11/2019
Taxa de desemprego caiu para 6,1% no 3.º trimestre [Portugal]
05/11/2019
Venda de automóveis novos cresceu 7% em outubro para 19.047 veículos [Portugal]
05/11/2019
Taxa de desemprego no Brasil cai para 11,8%, revela IBGE [Brasil]
05/11/2019
Web Summit conta com 70.469 participantes e quase metade são mulheres [Portugal]
05/11/2019
Com captações bilionárias e juro baixo, setor imobiliário se expande [Brasil]
05/11/2019
Um ano após entrada em vigor da 'lei Uber' há mais de 18 mil motoristas [Portugal]