home > notícias

MUNDO

30/07/2019

Evento discute governo e tecnologia em Manaus

Com o objetivo de debater tecnologia e inovação para governos, acontece em Manaus, de 3 a 10 de agosto, o “VH Summit: Governo e Tecnologia”, evento que busca contribuir para uma agenda de inovação e tecnologia para setor público no Amazonas, a fim de tornar o setor público mais eficaz e também menos oneroso.

Já estão abertas as inscrições para os interessados em participar do evento, que é organizado pelo VilaHub Café Coworking, em parceria com a startup Meritocracity e a Myon Comunicação.

O “VH Summit: Governo e Tecnologia” faz parte de uma série de eventos idealizados pelo Vila Hub Coworking para analisar o papel da tecnologia em diversas áreas de atuação. A área do Direito foi a primeira a receber as palestras em 2018 e, este ano, o foco será no Governo. O VH Summit contribuiu para que Manaus estivesse entre as 15 cidades brasileiras mais promissoras para o empreendedorismo voltado para setores como eventos e turismo.

Serão sete dias de programação: no dia 3, as palestras nacionais acontecem no Auditório da OAB/AM, de 9h às 17h; já nos dias 5 a 10 de agosto, é a vez do Vila Hub Café Coworking receber os palestrantes para discutir temas diversos, de 19h às 21h. A programação completa está disponível no site oficial do evento.

Abertura

A abertura no Auditório da OAB/AM contará com a presença de especialistas no tema das govtechs(empresas de base tecnológica voltadas para o governo), como Alexandre Barbosa, do ITSRio; Pablo Cerdeira, da FGV; Fernando Rieche, do BNDES; Rafael Ribeiro, da ABStartups; Rodrigo Felisdório, do TCU; e Deraldo Almeida, da Gartner; que irão tratar dos impactos da transformação digital nos governos.

O governo tem um papel fundamental para os avanços da tecnologia e inovação, logo, pensar uma agenda govtech com propostas e soluções que ajudem a melhorar o serviço público pode ser o primeiro passo para colocar o Amazonas em uma posição privilegiada no contexto da nova economia 4.0. Segundo um dos organizadores do evento, Gustavo Jinkings, “enquanto na Argentina, Chile e Uruguai é possível abrir uma empresa em um dia na internet, no Brasil, esse prazo pode chegar à 79 dias. Em países como Estônia e Índia a identidade digital já é uma realidade, no Brasil ainda estamos atrasados tentando digitalizar todos os documentos como o RG, CPF, CNH, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor, Cartão do SUS… É preciso haver uma mudança de mentalidade no setor público.”

Assim, o VH Summit será uma verdadeira imersão no mundo das govtechs e reunirá gestores públicos, investidores, empreendedores, acadêmicos, estudantes, servidores públicos e entusiastas interessados em expandir seus conhecimentos sobre tecnologia e inovação. As inscrições podem ser realizadas pelo site.

Palestrantes

O evento irá trazer também outros especialistas para falar sobre os efeitos do avanço tecnológico do ponto de vista do setor público, entre nomes como Álvaro Justen, do Brasil.IO, e Fernando Seabra, da FIESP, complementando o time que participará da abertura. Serão debatidos temas como govtechs, transformação digital, blockchain, dados abertos e georreferenciamento.

Serviço

O quê: VH Summit: Governo e Tecnologia
Quando: 3 a 10/8
Onde: Abertura (3/8) – Auditório da OAB, Av. Paraíba, 2000, Adrianópolis / Outras atividades (5 a 10/8) – VilaHub Café Coworking, Rua do Sol, Parque Morada do Sol, 300, Aleixo
Quanto: Abertura (3/8) – Gratuito / Outras atividades (de 5 a 10/8) – R$ 20 cada ou pacote completo por R$ 80
Informações: www.vhsummit.com.br

Fonte: Viva Manaus



NOTÍCIAS RELACIONADAS
21/08/2019
Espetáculos, concertos e leituras de entrada livre no Teatro D. Maria II
21/08/2019
Évora reúne 20 músicos nacionais e estrangeiros em festival internacional
21/08/2019
'Bacurau' e 'Vida Invisível' disputam representar o Brasil no Oscar
20/08/2019
Curso gratuito de cinema arranca em outubro com António-Pedro Vasconcelos
20/08/2019
DGPC aprova projeto do Mercado Time Out Porto
20/08/2019
Número de brasileiros com estatuto de igualdade quase duplica por causa do ensino superior