home > notícias

ASSOCIADOS

13/08/2019

3 semanas na Ilha de São Miguel nos Açores – tudo o que você precisa saber [Nacionalidade Portuguesa]

As melhores dicas de quem curtiu a Ilha de São Miguel nos Açores por 3 semanas, o que fazer, onde ficar, como ir e o que visitar.

A maior ilha do arquipélago, dentre as 9 que compõem a Região Autônoma dos Açores, pertencente a Portugal, é um verdadeiro paraíso a ser conhecido. 

Vamos nessa juntos, vou lhe ajudar a desvendar cada detalhe da ilha.

 

Como ir para a Ilha de São Miguel

Se você não esta a bordo de um cruzeiro que aportará nos Açores, o único meio para chegar nas ilhas é por meio aéreo.

Há voos diretos que partem de Lisboa e Porto, mas também de diversas cidades da Europa, Estados Unidos e Canadá.

Do Brasil, você precisa fazer conexão com alguma dessas cidades, ainda não há voos diretos para as ilhas.

De Portugal para as ilhas são 3 as principais companhias aéreas que fazem o trajeto, TAP, Ryanair e a empresa dos Açores SATA (Azores Airlines).

O aeroporto da ilha de São Miguel fica  na cidade de Ponta Delgada, e se chama Aeroporto João Paulo II, homenagem ao papa que visitou a ilha portuguesa.

 

Quando ir

O período que eu escolhi para visitar a ilha foi na pré alta temporada, entre os meses de Maio e Junho.

O clima estava ótimo, muitos dias de sol e pouquíssima chuva. O que acontece é que a ilha têm diversos micro climas, e os próprios açorianos falam que há por vezes, 4 estações em um mesmo dia.

Mas há tantas opções na ilha para visitar, que se em um lado o clima não estiver bom, basta escolher outra localidade para ir.

Junho também é o período que a ilha esta toda florida e as árvores todas verdes, então se puder escolher, vá nesse período.

Os preços das passagens para a ilha são menores em Maio e Junho, assim como da estadia também, chegam a dobrar em Julho e principalmente em Agosto.

 

Onde ficar

Tudo vai depender do tempo que você vai ficar na ilha de São Miguel, por 70 km2 e uma área viária muito grande, o deslocamento de um ponto a outro é bastante demorado.

Se for ficar menos de uma semana, escolha um dos locais mais centralizados, como a Ribeira Grande ou Furnas (que conta com excelentes hotéis e hostels) ou mesmo na parte sul da ilha na cidade de Ponta Delgada (com maior estrutura).

Se for ficar um período mais longo, há hospedagens locais em toda a ilha, na face Norte, Nordeste, até a Vila Franca do Campo no sul,  e você não irá se arrepender.

 

Valores

O que eu percebi, para minha surpresa, é que os valores de alimentação, tanto para refeições em bares e restaurantes, como para comida adquirida em supermercados, o valor é bem mais baixo que no continente português.

Uma refeição que em Lisboa, você pagaria 12,00 euros, encontrará facilmente por 8,00 euros na ilha açoriana.

Os valores para estadia na ilha são muito parecidos com os do continente, há tanto opções através do Airbnb por toda a Ilha, como alojamentos locais e grandes hotéis que são mais fáceis de serem reservados pelo Booking.com.

 

O que visitar na Ilha de São Miguel

São tantos lugares incríveis, que nem mesmo as fotos e vídeos conseguem descrever, mas se você gosta de natureza e um povo acolhedor, os Açores é o local certo.

Vou listar os meus lugares preferidos e que por vezes fui mais de uma vez:

 

Ponta Delgada

Maior cidade da Ilha de São Miguel, é também centro administrativo de todo o arquipélago.

Conta com uma estrutura completa de serviços e comércio para atender todos os tipos de turistas.

Há uma marina que recebe durante a alta temporada cruzeiros do mundo todo e que cruzam o Oceano Atlântico. Nessa área poderá encontrar muitos restaurantes e bares, empresas de turismo (aluguel de carros, barcos para pesca, mergulho e passeios para avistar baleias e golfinhos).

Recomendo um passeio pelo centro histórico,  as portas da cidade, as belas igrejas, o Mercado da Graça com vários produtos da região, como ananás, inhame e queijos de todas as ilhas do arquipélago.

 

Furnas

A Vila de Furnas é o principal local da atividade geotérmica da ilha.

São Miguel foi formada por mais de mil vulcões e 9 ainda estão ativos, e é nessa região que você poderá ver como as águas do subsolo reaparecem em forma de vapor.

Os banhos termais na Poça da Dona Beija e no Parque Terranostra  são uma excelente opção para desfrutar da água aquecida a mais de 39 graus celsius.

Beba a água nas bicas no centro da Vila, e descubra os sabores diferentes que ela tem, mais ferrosos ou mais gasosos.

É ali na Vila de Furnas que você vai poder encontrar milho cozido nas águas ferventes que passam na rua ao lado, ou então se deliciar com o “Cozido de Furnas”. Este prato é cozido durante 6 horas dentro da terra e leva vários vegetais, embutidos e carnes que você pode desfrutar nos diversos restaurantes do local.

 

Lagoas de 7 Cidades e Lagoa do Fogo

As 7 cidades vão te mostrar um conjunto de lagoas que são um deleite em meio à toda natureza da ilha. As Lagoas Azul e Verde, separadas apenas por uma ponte têm cores diferentes e vistas de cima, do alto do cume do vulcão extinto, garantem fotos lindíssimas.

Outra Lagoa imperdível, a mais nova da ilha com 15.000 anos, e a mais alta,  é a Lagoa do Fogo. Com uma trilha de 500 metros de descida, tem praias dentro da cratera e um cenário que combina uma luz perfeita com as águas cristalinas que ali descansam.

 

Ilhéu de Vila Franca do Campo

Imagina estar no meio do Oceano Atlântico, em um ilhéu (ilha pequena), em forma circular, com uma grande piscina no centro, em que a temperatura da água é mais quente que fora.

Pois bem, este é meu lugar favorito na Ilha de São Miguel.

Apenas fique atento, que o local só fica aberto à visitação de Junho a Setembro pois ele é uma reserva natural e há uma preocupação de controlar o acesso.

Cada segundo lá dentro vale muito a pena.

 

Fábrica  do Chá Gorreana

Os Açores é o único lugar na Europa em que se planta e produz chá no continente europeu.

A fábrica de Chá Gorreana, atua ininterruptamente desde 1883, com o maquinário daquela época, por isso é um local que não pode falar no seu itinerário na ilha.

A entrada na fábrica e na plantação, bem como a degustação dos chás são gratuitos.

E eu garanto que o aroma que você sente lá dentro, junto de tomar uma xícara de chá quentinha é inesquecível.

 

Outros locais imperdíveis

Nordeste – o caminho de carro é lindo e ao final não deixe de visitar o Farol do Arnel.

Ponta da Ferraria – piscina natural do mar, que quando a maré esta baixa, você sente da água salgada o calor vindo de dentro da terra.

Praia de Santa Bárbara – praia utilizada para prática do surf, com um areial escuro e extenso, contraponto o paredão de pedras e o mar verde da ilha.

Mosteiros – meio praia, meio rochedo, composto por rochas negras e vegetação bem verde, com grandes rochedos no meio do mar. Cenário perfeito para várias fotos.

Miradouros – há vários por toda a ilha, pare quando puder, cada um com uma vista mais linda que a outra.

Freguesias – para conhecer o povo encantador dos Açores, “se perca” pelas vilas menores como Rabo de Peixe, Santo Antônio, Povoação e deixe-se levar por um estilo de vida tão diferente da correria dos dias atuais.

 

Fonte: Nacionalidade Portuguesa

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
21/08/2019
Mudança é bom. Mas como lidar com as emoções que ela provoca? [Gi Group Brasil]
20/08/2019
Apresentação de Registro Criminal por Cidadãos Estrangeiros [Asa Lawyers]
20/08/2019
Como garantir a segurança dos alimentos, da cadeia de produção do campo para o consumo [Apcer Brasil]
20/08/2019
Startups e pequenos empresários – primeiros passos [Franco Advogados]
20/08/2019
Hospital BP é reconhecido pela qualidade dos dados sobre câncer compartilhados pela instituição [BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo]
20/08/2019
Receita Federal entende que alienação de quotas de FII deve ser tributada à 20% [FCB - Sociedade de Advogados]