home > notícias

ASSOCIADOS

02/10/2019

Os segredos para começar a empreender no Brasil [Problem Solution]

Iniciar um empreendimento no Brasil é uma oportunidade única e especial; basta aprender a usar as adversidades como ferramenta para o sucesso.

A abertura de uma empresa no Brasil pode levar até 150 dias em alguns estados, segundo levantamento anual do Banco Mundial realizado em 190 países, o "Doing Business". Esse dado pode parecer chocante e inibidor, contudo, é apenas uma das etapas necessárias para iniciar um negócio.

Cada um pode iniciar um negócio como bem quiser. Mas é possível utilizar a burocracia a favor do empreendimento. Enquanto espera os trâmites de abertura da empresa, o empreendedor pode providenciar outras etapas, tão demoradas e custosas quanto. E, quando tudo mais estiver pronto, bastará começar a operar.

A primeira atitude é providenciar o contrato social, que será registrado, e formalizar a abertura da empresa com a emissão do CNPJ/MF, número essencial para a empresa operar regularmente no Brasil. Outras autorizações podem ser necessárias dependendo do ramo de atividade que será desenvolvido, bem como da região onde funcionará a nova empresa.

Uma das questões mais importantes é definir se haverá sócio ou não na operação. Que tipo de sócio será? Um sócio ativo e participativo, ou um sócio capitalista que apenas receberá os frutos? Depois de estabelecer a relação societária, decida o que será feito caso haja conflito de interesses. Escreva de maneira detalhada, como se não houvesse confiança, como se vocês fossem ter uma briga e precisassem se separar. É melhor se prevenir, pensando no pior, do que ser ingenuamente surpreendido. Peça orientação a alguém que tenha condições de falar objetivamente sobre estas questões e consiga escrever algo que caiba, como uma luva, na relação societária.

Sabida como será a relação societária é importante que os sócios que trabalharão na empresa definam qual será a função de cada um, assim como, a remuneração destinada a título de pró-labore. Lembre-se que a distribuição dos lucros e dividendos deverá acontecer apenas no momento em que houver lucro, portanto, após um período de maturação e reinvestimento. Lucro é diferente de pró-labore.

Definidas estas questões básicas, que ainda dizem respeito à relação societária, podemos passar a outras questões não menos importantes:

  • Quais equipamentos são necessários para fazer funcionar a nova empresa? Conhecer as máquinas e instalações permitirá um planejamento mais preciso, com levantamento de custos e prazo para entrega que possa se adequar às necessidades do planejamento.

Conhecer as características técnicas dos equipamentos e a forma como deverão ser operados permitirá que seja feito um projeto para implantação física do negócio com precisão. Sempre pergunte ao máximo, como um curioso que precisa esclarecer tudo nos mínimos detalhes.

  • Qual o melhor local para instalar a empresa? Como escolher o imóvel onde, por exemplo, funcionará a tão sonhada loja de chocolates? O imóvel está preparado para receber os equipamentos? As instalações elétricas são compatíveis? A estrutura física necessita de quanto de reforma e ajustes?

A escolha do ponto contempla conhecer o perfil da clientela, a forma como será feita a produção, estoque e logística de recebimento dos insumos e entrega dos produtos vendidos. O que acontecerá se a escolha do ponto não levar em conta a incidência do sol? Uma loja de chocolate afetada pelo calor terá um gasto muito maior com ar condicionado.

  • Fazer um projeto com um profissional que conheça os detalhes do negócio poderá fazer com que muito esforço – dinheiro – seja economizado.

Os sócios deverão saber o que pedir ao profissional que fará o projeto. A responsabilidade por contar como deverão ser alocados os equipamentos, como os clientes serão atendidos e como a empresa deverá ser vista no mercado são os segredos que farão diferença competitiva diante dos concorrentes.

A cada etapa haverá necessidade de contratação dos serviços de profissionais terceirizados. Mesmo que a empresa ainda não esteja aberta, e haja apenas uma expectativa de registro do contrato social, formalize as contratações em nome dos sócios, já fazendo referência ao negócio que está sendo implantado e solicitando que, na liberação dos documentos, sejam emitidos os documentos fiscais necessários em nome da empresa.

Muitas outras etapas devem ser pensadas para abrir um novo negócio, e jamais pode ser entendido como apenas a escolha do ponto comercial e o projeto para obra.

É muito importante fazer um planejamento, ou seja, colocar no papel, nem que seja em um “papel de pão”, tudo o que será necessário para iniciar a produção ou a comercialização de determinados produtos. Desta forma será possível obter uma orientação sobre quais gastos deverão ser previstos e, assim, identificar uma possível formação de preço para os produtos.

A formação de preço, com base em um custo sugerido, permitirá comparar o preço praticado pelo mercado com o valor dos produtos que serão praticados por sua empresa. Esse passo definirá as metas de venda para que as despesas sejam pagas e o lucro esperado possa ser alcançado.

Por esta pincelada pode-se entender que o empreendedor não fica 150 dias de braços cruzados somente à espera da abertura da empresa. Existem muitas outras coisas que devem ser feitas em paralelo, e essenciais para buscar o sucesso do negócio.

 

Por Fernando José de Paula e Silva

 

Sobre Fernando José - Economista formado em Ciências Políticas e Econômicas pela Faculdade São Luís/FEI. Com especializações em Mediação, Negociação e Arbitragem pela FGV/SP e INSPER/SP entre outras, nas áreas imobiliária e patrimonial, além de varejo e franchising pela FIA.

Sobre a Problem Solution - A Problem Solution - Consultoria de Gestão Empreendedora e Performance é uma empresa com mais de 30 anos de experiência em campos do conhecimento aplicado de economia, direito, política, mercados de consumo e ciências humanas. Desenvolve gestão empreendedora, treinamento funcional empreendedor, estruturação e gestão do capital humano, gestão de contabilidade gerencial e de contratos, sucessão, proteção e defesa patrimonial, além de soluções consensuais de conflitos. Conheça atuação da empresa no site www.problemsolution.com.br

 

Fonte: Assessoria



NOTÍCIAS RELACIONADAS
05/12/2019
MP dá ao governo o poder de decidir quem poderá parcelar dívidas Felsberg e Pedretti Advogados e Consultores Legais
05/12/2019
MDS Brasil lança programa de relacionamento para corretores parceiros Lazam-MDS Corretora e Adm. de Seguros S.A
05/12/2019
Beneficência Portuguesa de São Paulo é certificada pelas boas práticas assistenciais BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo
05/12/2019
Lei Complementar nº 169/2019 – Constituição de Sociedade de Garantia Solidária e de Sociedade de Contragarantia [Gaia, Silva, Gaede & Associados - Sociedade de Advogados]
05/12/2019
APED quer sistema fiscal mais simples [Sérvulo & Associados - Sociedade de Advogados, SP, RL]
05/12/2019
Eliminando Obstáculos à Transformação Acelerada do Desempenho [McKinsey & Company, Inc. do Brasil Cons. Ltda]