home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

02/10/2019

Produção renovável abasteceu 43% do consumo de energia em Portugal [Portugal]

A produção renovável abasteceu 43% do consumo de energia em Portugal em setembro, superando a produção não renovável, que assegurou 42% do consumo, sendo os restantes 15% energia importada, segundo dados da REN.

De acordo com a Redes Energéticas Nacionais (REN), responsável pela gestão global do Sistema Elétrico Nacional e do Sistema Nacional de Gás Natural, considerando o acumulado do ano até setembro, a produção repartiu-se pelas fontes renováveis com 45%, não renováveis com 44% e importação com os restantes 11%.

Nas renováveis, as eólicas abasteceram 24% do consumo, as hidroelétricas 14%, a biomassa 5% e as fotovoltaicas 2,3%, enquanto nas não renováveis o gás natural abasteceu 32% e o carvão 12%.

Segundo a REN, "este ano a produção a carvão tem estado em queda, particularmente em agosto, em que as centrais a carvão tiveram a utilização mais baixa de sempre no sistema nacional".

No acumulado dos primeiros nove meses do ano, o índice de produtibilidade hidroelétrica anual situou-se em 0,62 (média histórica igual a 1), "reflexo do regime seco que se tem verificado", enquanto o de produtibilidade eólica registou 0,99, "praticamente em linha com o regime médio".

No mês de setembro, a REN reporta um recuo de 3,1% do consumo de energia elétrica, que diz atenuar-se "ligeiramente para menos 2,9% com correção dos efeitos de temperatura e dias úteis".

No final do terceiro trimestre, o consumo acumulado anual de energia elétrica registou uma evolução homóloga negativa de 2,1%, ou menos 1%, com correção de temperatura e dias úteis.

Quanto ao mercado de gás natural, em setembro sofreu também "uma ligeira contração", com uma quebra homóloga de 1,6% face ao mês homólogo do ano anterior, "resultado de um crescimento de 3,1% no segmento de produção de energia elétrica, insuficiente para compensar a quebra de 5,1% no segmento convencional".

Já no acumulado até final de setembro, o consumo de gás natural registou uma subida homóloga de 2,6%, com um crescimento de 8,2% no mercado elétrico e uma "ligeira redução", de 0,1%, no mercado convencional.

 

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
05/12/2019
Fisco vai passar a comunicar em versão “descomplicada” [Portugal]
05/12/2019
Atividade no comércio tem aumento de 2,9% em outubro, diz Serasa [Brasil]
05/12/2019
Estados e municípios devem se adequar à Previdência até julho [Brasil]
05/12/2019
INSS cancelou 261 mil benefícios irregulares em 2019 [Brasil]
05/12/2019
Setor da construção cresce 6% em 2019 [Portugal]
05/12/2019
Bolsa de São Paulo fecha acima de 110 mil pontos pela primeira vez [Brasil]