home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

08/10/2019

Dia das Crianças deve movimentar R$ 10,3 bi [Brasil]

A média de gastos previstos para este ano é de R$ 198,79, valor 5,97% maior do que o estimado no ano passado.

O Dia das Crianças deve movimentar 8,73% a mais de volume de vendas do que em igual data do ano passado, o que equivale a R$ 10,3 bilhões, de acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Neste ano, 73% dos consumidores ouvidos planejam adquirir presentes.

A média de gastos previstos para este ano é de R$ 198,79, valor 5,97% maior do que o estimado no ano passado. Cerca de 33% planejam comprar dois presentes, enquanto 25% devem comprar um. Os produtos mais procurados são bonecos (45%), roupas e calçados (33%), jogos de tabuleiro (26%) e carrinhos e aviões de brinquedo (18%).

Apesar de medidas recentes como a liberação de recursos do FGTS terem potencial de estimular positivamente o comércio, a pesquisa indica que 39% dos entrevistados esperam gastar a mesma quantia em relação ao ano passado. Outros 24% devem gastar menos e 21% têm intenção de desembolsar mais.

O principal motivo para o recuo no consumo de quem pretende gastar menos deve-se ao orçamento apertado (33%), enquanto 28% desejam economizar, 15% têm intenção de pagar dívidas em atraso e 13% se veem impossibilitados de comprar por estarem desempregados.

A CNDL e o SPC Brasil ouviram 826 pessoas para levantamento de intenção da compra em todas as capitais do País, com margem de erro de 3,4 pontos porcentuais. Posteriormente, foram considerados os resultados obtidos com 614 para avaliar o perfil de compra, este com margem de erro de 3,9 pontos porcentuais. Em ambos os casos, o intervalo de confiança é de 95%.

 

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
05/12/2019
Fisco vai passar a comunicar em versão “descomplicada” [Portugal]
05/12/2019
Atividade no comércio tem aumento de 2,9% em outubro, diz Serasa [Brasil]
05/12/2019
Estados e municípios devem se adequar à Previdência até julho [Brasil]
05/12/2019
INSS cancelou 261 mil benefícios irregulares em 2019 [Brasil]
05/12/2019
Setor da construção cresce 6% em 2019 [Portugal]
05/12/2019
Bolsa de São Paulo fecha acima de 110 mil pontos pela primeira vez [Brasil]