home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

09/12/2019

Banco da China quer delegações em todos os países de língua portuguesa [Portugal]

O Banco da China quer abrir delegações em todos os países de língua portuguesa, disse a semana passada, em Lisboa, o presidente do Conselho de Supervisão, justificando o interesse com o facto de se tratar de uma instituição financeira com carácter global.

“Temos todo o gosto em abrir delegações nos países de língua portuguesa”, disse Wang Xiquan durante a intervenção de encerramento do “Seminário de comunicação e cooperação financeira internacional da iniciativa ‘Faixa e Rota'”, que decorreu até 4 de dezembro, na capital portuguesa.

O presidente do Conselho de Supervisão do Banco da China adiantou que a instituição “servirá de ponte para a comunicação entre a China e os países de língua portuguesa, facilitando a entrada” na China e ajudando “a desenvolver a cooperação nestes países.”

“O Banco da China é um banco global, com o objetivo de prestar serviços e cooperar com os governos de todo o mundo, e gostaríamos de ter cada vez mais intercâmbios nas áreas económicas e financeiras, para podermos ser úteis”, concluiu o banqueiro, citado pela agência noticiosa Lusa.

O Banco da China está já presente em Angola, no Brasil e em Portugal.

Fonte: Revista PORT.COM

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
23/03/2020
Produção na construção sobe 6% na zona euro em janeiro [Portugal]
23/03/2020
Mercado de energia solar triplicou no Brasil no último ano [Brasil]
23/03/2020
Governo está a apoiar empresas para produção de máscaras e ventiladores [Portugal]
23/03/2020
Colheita de soja do Brasil atinge 70,1% da área, diz Arc Mercosul [Brasil]
23/03/2020
Madeira cria linha de apoio às empresas regionais no valor de 100 milhões [Portugal]
23/03/2020
Financiamento imobiliário com recursos da poupança mostra recuperação [Brasil]