home > notícias

MUNDO

09/03/2020

Auga Seca é a primeira série portuguesa na HBO Portugal e Espanha

Co-produção da RTP e TV Galiza vai estrear-se a 1 de Abril. Série policial marca entrada de uma produção portuguesa nos serviços de streaming internacionais.

A série luso-espanhola Auga Seca, um thriller de seis episódios recentemente exibido na RTP, será o primeiro título de ficção serializada com selo português a integrar o catálogo da HBO Portugal e da HBO Espanha, anunciaram esta sexta-feira a RTP e a HBO. A estreia dos seus seis episódios no serviço de streaming está já agendada para 1 de Abril.

Não é ainda a desejada produção de uma ficção portuguesa por encomenda para uma plataforma de streaming como a Netflix ou a HBO, há muito debatida no sector do audiovisual, mas junta-se assim a especiais de comédia de Salvador Martinha na Netflix ou a filmes como Tabu na HBO Portugal, engrossando a representação portuguesa nas bibliotecas dos serviços de video on-demand no mercado.

Este acordo de disponibilização da série Auga Seca chega um dia depois de se ter ficado a saber, no sexto Encontro de Produtores Independentes de Televisão, que o ONSeries, o primeiro evento dedicado às séries portuguesas, incluirá um painel dedicado ao case study Auga Seca. O facto de este drama policial protagonizado por Victoria Guerra e Monti Castinceiras ser ​uma co-produção, uma das formas de financiamento e produção mais discutidas dos últimos tempos no meio como estratégia para atingir a internacionalização e aumentar o financiamento, é um dos motivos do destaque que será dado à série no encontro que decorrerá em Lisboa nos dias 28 e 29 de Abril.

HBO Portugal detalha que Auga Seca teve “estreia mundial na última edição do [mercado de audiovisual] MIPCOM de Cannes, em Outubro passado”, e também “uma óptima recepção do público nos canais da RTP e TV Galiza”. Segunda co-produção da RTP e do canal galego, sucedendo a Vidago Palace (2017), esta mini-série que gira em torno do tráfico de armas e do mundo empresarial conta ainda com Sergio Pazos, Adriano Luz, Joana Santos, Igor Regala e João Arrais, no elenco, e com a produção executiva de José Amaral, da SP-i (o braço internacional da premiada produtora portuguesa SP Televisão), e Alfonso Blanco, criador da série.

Entretanto, Auga Seca está disponível no RTP Play, o serviço de streaming da própria RTP. Segundo dados da Marktest, em Agosto do ano passado 1,5 milhões de portugueses subscreviam serviços de streaming.

Fonte: Público



NOTÍCIAS RELACIONADAS
24/03/2020
Flip 2020 é adiada para novembro por causa do surto do novo coronavírus
24/03/2020
Vozes da Rádio lançam novo single gravado à distância e em quarentena
24/03/2020
Porta dos Fundos fará lives para idosos na web durante quarentena
23/03/2020
Ministério da Cultura de Portugal avança com medidas excecionais
23/03/2020
Festival português disponibiliza curtas online
23/03/2020
Prefeitura de São Paulo vai destinar R$ 103 milhões para artistas