home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

09/03/2020

AICEP explora oportunidades para empresas portuguesas na Califórnia [Portugal]

A AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal realizou uma missão exploratória em Los Angeles, no sul da Califórnia, que incluiu um seminário económico com investidores locais para promover oportunidades de investimento.

A iniciativa abrangeu também reuniões ligadas ao comércio e foi realizada em coordenação com o consulado de São Francisco e a cônsul-geral Maria João Lopes-Cardoso, que se deslocou a Los Angeles.

A diretora do escritório da AICEP em São Francisco, Teresa Fernandes, disse à Lusa que esta missão pretendeu "abrir canais para as empresas portuguesas e promover um interesse ainda maior das empresas americanas" locais, tendo em conta a "dimensão do mercado do sul da Califórnia e a força do tecido económico da região, em especial a indústria aeronáutica, moda, cinema e tecnológica".

O seminário mostrou oportunidades de investimento em Portugal a investidores de vários setores, incluindo cinema, que já é alvo de ações de promoção em Los Angeles há algum tempo.

Em novembro do ano passado, a Portugal Film Commission esteve presente no American Film Market para promover o país como destino de filmagens.

O programa de iniciativas em Los Angeles incluiu um evento para a comunidade portuguesa local, que contou com mais de 50 pessoas de vários setores, incluindo o ator Joaquim de Almeida, o produtor Eduardo Durão, a atriz Marta Gil, o empresário Tony Lima, a bióloga Ana Rocha e os empreendedores José da Veiga e Francisco Lopes.

O foco da AICEP no sul do estado está em áreas que não foram muito endereçadas no norte, uma vez que são mais fortes na região de Los Angeles. É o caso da moda, em que as alterações das relações com a China podem abrir mais oportunidades para empresas portuguesas.

Na área das energias renováveis e sustentabilidade, há um interesse particular no plano estratégico de Los Angeles, LA New Green Deal, uma diretiva assinada pelo 'mayor' Eric Garcetti no início de fevereiro, que visa ter uma economia menos dependente do carbono.

Este plano será executado ao mesmo tempo que a cidade se prepara para os Jogos Olímpicos de 2028, um evento que será catalisador de mudanças na mobilidade e consumo energético.

Esta é uma das áreas em que a AICEP considera que poderá ser relevante explorar oportunidades para empresas portuguesas com experiência em mobilidade inteligente, eficiência energética e produção de energias renováveis.

De acordo com Teresa Fernandes, a missão "relevou-se muito promissora" e atingiu os objetivos que tinham sido delineados pelo escritório em São Francisco, onde "Portugal tem vindo a ganhar protagonismo" com foco na indústria tecnológica.

O voo direto que a TAP abriu a partir da cidade californiana e Lisboa no verão do ano passado tem contribuído para um maior reconhecimento do país.

"Acreditamos estar a plantar as sementes, designadamente a rede de contactos, incluindo os portugueses da região, úteis no futuro às empresas portuguesas e à captação de investimento", acrescentou.

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
29/06/2020
Web Summit adiada para dezembro. Vai decorrer online e presencialmente [Portugal]
29/06/2020
Medidas do BC liberam até R$ 255,5 bilhões em crédito [Brasil]
29/06/2020
Covid-19. Já há 17 mil empresas turísticas em Portugal com o selo 'Clean & Safe' [Portugal]
29/06/2020
Confiança da indústria tem alta recorde em junho, diz FGV [Brasil]
29/06/2020
Número de “vistos gold” disparou em Maio [Portugal]
29/06/2020
Apesar de dólar alto, brasileiros investem em ativos no exterior [Brasil]