home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

30/03/2020

Aviões voltam a atender a capitais e outras 19 cidades brasileiras

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou hoje (27), em Brasília, que as companhias Gol, Azul e Latam vão garantir voos para as capitais dos 26 estados e o Distrito Federal, além de outras 19 cidades do país. Os voos terão início amanhã (28) e estão previstos até o fim de abril.

A agência disse, ainda, que recebeu das empresas os últimos ajustes no redimensionamento da malha aérea brasileira, em razão da pandemia do novo coronavírus.

O planejamento teve início na última segunda-feira (23), quando as empresas se reuniram com representantes da Anac, do Ministério de Infraestrutura e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para detalhar o funcionamento da malha, para que nenhum estado ficasse sem pelo menos uma ligação aérea.

"Com a redução drástica de voos em março, em decorrência da pandemia do coronavírus, havia o risco de uma paralisação total do serviço. A malha emergencial é 91,61% menor do que a originalmente prevista pelas empresas para o período. Considerando a programação da Gol, Azul e Latam, a queda é de 56,06% das localidades atendidas, passando de 106 para 46. O número de voos semanais passou de 14.781 para 1.241", informou a Anac. 

Segundo a agência reguladora, os voos, com frequências semanais, serão distribuídos assim: 723 voos no Sudeste, 153 na região Nordeste, 155 voos no Sul, 135 no Centro-oeste e 75 voos para a região Norte. Desse total, 483 voos serão operados pela Latam, 405 voos pela Azul e 353 voos pela Gol.

Fonte: Agência Brasil



NOTÍCIAS RELACIONADAS
10/08/2020
Governo investe 36,7 milhões na linha SNS24 nos próximos três anos [Portugal]
10/08/2020
Captação da poupança bate recorde para meses de julho [Brasil]
10/08/2020
Já abriu a nova linha de crédito para micro e pequenas empresas com 1000 milhões [Portugal]
10/08/2020
Indicador Antecedente de Emprego da FGV cresce 9,2 pontos [Brasil]
10/08/2020
Covid-19. Mais de um milhão de pessoas em teletrabalho no 2.º trimestre [Portugal]
10/08/2020
Produção industrial cresce 8,9% de maio para junho [Brasil]