home > notícias

ASSOCIADOS

05/05/2020

Corretora de seguros disponibiliza produto da Argo para equipamentos portáteis de empresas em home office [MDS]

Opção desenvolvida cobre notebooks, desktops, monitores e outros dispositivos usados por funcionários das empresas seguradas durante trabalho remoto

Com a pandemia do COVID-19, muitas empresas estão experimentando o home office pela primeira vez. Uma pesquisa realizada com 359 empresas no Brasil apontou que, por conta do isolamento recomendado para a contenção do vírus, 43% das instituições estão atuando com esquema de trabalho remoto.

Por evoluir rapidamente, o cenário demandou urgência: no intervalo de poucos dias, companhias sentiram a necessidade de alocar a grande maioria de sua força de trabalho de forma remota e, para isso, foi preciso permitir que os colaboradores levassem notebooks, tablets e outros dispositivos móveis para casa ou providenciassem acessórios correspondentes em regime de empréstimo.

Pensando nisso, a MDS Brasil, uma das principais corretoras do País no segmento de seguros, resseguros, gestão de benefícios e consultoria de riscos, passa a disponibilizar o seguro Home Office Protegido, desenvolvido pela Argo Seguros. “Como adeptos de longa data do Home Office, nós da MDS Brasil acreditamos que este modelo de trabalho é uma tendência crescente no mercado, e não apenas uma circunstância passageira”, pontua Thiago Tristão, Vice-Presidente de Riscos Empresariais na MDS Brasil. “Por essa razão, passamos a oferecer a solução da Argo a fim de providenciar para que os equipamentos portáteis de uso profissional estejam devidamente cobertos e as atividades fluam com tranquilidade, seja no espaço residencial ou em atividades externas”, completa o líder.

Coberturas completas

As coberturas do Home Office Protegido estão disponíveis em três opções: Básica, Danos Elétricos e Perda/Pagamento de Aluguel. A primeira opção cobre causas externas, como incêndio, danos por queda, explosão de qualquer natureza, roubo e/ou furto qualificado. A segunda respalda danos elétricos ocorridos aos equipamentos objetos da contratação – a exemplo de curtos circuitos e outros –, conforme discriminado na especificação da apólice e até o limite contratado. E, por fim, a terceira garante o pagamento do valor dos aluguéis que o segurado tiver de pagar a terceiros caso ocorra a perda do equipamento original.

Informações gerais

A franquia das coberturas Básica e para Danos Elétricos cobre 10% dos prejuízos indenizáveis com o mínimo de R$ 500 por equipamento. Já na opção Perda/Pagamento de Aluguel, a franquia cobre 15% do valor.

As empresas interessadas podem contratar uma das três coberturas de seguro disponíveis para 30, 60, 90 ou 120 dias. Além disso, a soma total dos equipamentos cedidos aos funcionários não deve superar o valor em risco máximo de R$ 300 mil. Entre os bens cobertos podem estar notebook, laptops, desktops, dock stations, monitores, headsets, mouses, teclados e demais periféricos como impressoras, scanners, webcams e equipamentos de videoconferência.

Dentro do risco, são permitidos até 100 equipamentos, com data de fabricação posterior a 2015, por segurado. É importante, também, que pertençam à própria empresa ou tenham sido alugados sob contrato de locação e que não existam sinistros nos últimos 5 anos. Para solicitar o serviço, a empresa deverá enviar uma planilha contendo o tipo do equipamento, a marca, ano de fabricação, nº de série e valor atual de mercado.

Fonte: Revista Cobertura



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/09/2020
Novos projetos: Novo plano viário no interior de São Paulo [TD Construtora]
22/09/2020
Webinar: LGPD E Os Impactos Nas Operações De Marketing E Vendas B2B [Manucci Sociedade de Advogados]
22/09/2020
Atlantic Connection 2020: inscrições abertas para um dos maiores eventos do ecossistema empresarial entre Brasil e Portugal [Atlantic Hub]
22/09/2020
Webinar: Intercâmbio de Contabilistas Brasil - Portugal [Latourrette Consulting]
22/09/2020
Webinar: Como se preparar para suas negociações [Scotwork Brasil]
22/09/2020
EDP é a empresa mais inovadora do setor elétrico brasileiro [EDP]