home > notícias

MUNDO

12/05/2020

Torre do Tombo reabre na terça-feira. Conheça as novas regras de segurança do Arquivo e da Biblioteca Nacional

Máscaras de proteção, circulação alternada nas instalações e triagem de público à entrada entre as medidas da Torre do Tombo. Biblioteca Nacional recomenda (e fornece) luvas descartáveis

O Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa, prepara-se para reativar o atendimento presencial já na próxima terça-feira (dia 12). O Expresso tinha avançado já a data de reabertura da Biblioteca Nacional, também na capital, que volta ao atendimento ao público esta quinta-feira. Ambos os locais contam com novas regras de proteção contra a propagação da covid-19.

O plano de desconfinamento estabelecido pelo Governo para o fim do estado de emergência, declarado no passado sábado, previa a reabertura das bibliotecas e os arquivos para segunda-feira, mas as duas instituições tiveram as suas equipas reunidas para definir regras e data de reabertura ao público. Conheça-as abaixo:

MEDIDAS ESPECÍFICAS DA TORRE DO TOMBO

Máscara de proteção

Além da obrigatoriedade do uso de máscara e de desinfeção das mãos, aplicam-se a as medidas sanitárias determinadas para os serviços em geral, como o cumprimento da etiqueta respiratória, respeito pela distância de segurança e evitar a aglomeração de pessoas.

Visitas de estudo limitadas

Exemplo disso são as visitas de estudo, que anteriormente eram realizadas para grupos de entre 15 a 20 alunos e que agora terão de ser mais limitadas.

Circuitos alternados

Haverá também circuitos diferentes para os espaços de serviços pontuais, como os pedidos de certidão, e os de leitura continuada, na sala de leitura presencial, usada sobretudo por investigadores.

Submissão antecipada de pedidos

Para a leitura continuada, os interessados terão de fazer o pedido antecipadamente.

Triagem à entrada

Para os serviços pontuais, haverá um técnico à entrada a fazer a triagem do público e a explicar quais os pedidos que podem ser feitos com meio eletrónico ou com acompanhamento na sala de referência, acrescentou o diretor.

MEDIDAS DA BIBLIOTECA NACIONAL

Máscara e desinfeção das mãos obrigatórias

A Biblioteca Nacional (BNP) reabre os seus serviços de atendimento presencial ao público também com medidas de proteção reforçadas, desde logo o uso obrigatório de máscara e desinfeção das mãos à entrada do edifício, segundo informação disponível na página da biblioteca.

Luvas descartáveis recomendadas e gratuitas

O uso de luvas descartáveis não é obrigatório mas é recomendado para o manuseamento de livros, sendo as luvas fornecidas gratuitamente aos leitores em todas as salas.

Lotação limitada

Será também cumprida a limitação do número de pessoas em cada espaço e assegurada a desinfeção regular de pontos de contacto como portas, puxadores ou botões de elevador.

Serviços adicionais suspensos

A BNP alerta que o uso das mesas de trabalho livre continuará temporariamente suspenso, por não servir atividades que só possam ser realizadas na biblioteca, o mesmo se passando com as salas de reuniões e eventos.

O serviço de bar/cafetaria vai continuar encerrado, pelo menos até dia 18 de maio, adianta a BNP.

Fonte: Expresso

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/09/2020
Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil tem novo presidente
21/09/2020
Pesquisadora brasileira descobre biografia de D. Pedro II escrita por Machado de Assis
21/09/2020
Panorâmico de Monsanto ganha obras de Arte Pública com 'selo' do Iminente
21/09/2020
Restauro da Igreja de Santa Isabel vence Prémio Vilalva da Gulbenkian
21/09/2020
Pandemia, ambiente e consciência ecológica na 5.ª edição do Lisboa Soa
21/09/2020
Escritor António Carlos Cortez vence Prémio Ruy Belo com 'Jaguar'