home > notícias

MUNDO

26/05/2020

Lello vira página do confinamento com visitas gratuitas durante junho

O reencontro com os leitores está agendado para as 11h deste sábado, com a reabertura das portas 77 dias depois. A livraria vai comemorar o "São João dos Livros", convidando todos para a celebração através de visitas gratuitas ao longo de todo o mês de junho

A emblemática livraria portuense abre as portas a um novo capítulo de uma história com 114 anos. A página demorou 77 dias a ser virada, quando a 13 de março o surto pandémico levou ao encerramento do espaço. O reencontro com os leitores está agendado para as 11h deste sábado. O acesso, embora restrito, é gratuito durante todo o mês de junho.

De quarta a domingo, entre as 11h e as 19h, a Lello vai promover visitas acompanhadas com lotação máxima para dez pessoas e dividas em dois grupos. As inscrições devem ser efetuadas previamente AQUI.

Outra das iniciativas dá pelo nome de “Posfácio das Carmelitas”, promovida todos os sábados, sempre às 15h. “Um banco, um livro e um cálice de Porto na rua da Livraria Lello para ouvir e contar histórias”: é esta a proposta, anunciada numa nota informativa.

Mesmo durante o período de confinamento, a Lello recorda que continuou a acolher novos autores em “casa”, quando os amantes da escrita foram desafiados a passar as noites em branco para o papel através d’“Os Contos da Quarentena”, repto que soma até agora mais de mil candidaturas provenientes de Portugal, Brasil, Espanha, França, Inglaterra, Argentina e Moçambique. O concurso conta com um prémio de edição no valor de 6 mil euros.

Também durante os dias de isolamento a livraria aproximou-se dos leitores com a criação de um “drive-thru”, no qual foram oferecidos mais de 10 mil livros editados sob a chancela da Lello.

Fonte: Expresso

 

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/09/2020
Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil tem novo presidente
21/09/2020
Pesquisadora brasileira descobre biografia de D. Pedro II escrita por Machado de Assis
21/09/2020
Panorâmico de Monsanto ganha obras de Arte Pública com 'selo' do Iminente
21/09/2020
Restauro da Igreja de Santa Isabel vence Prémio Vilalva da Gulbenkian
21/09/2020
Pandemia, ambiente e consciência ecológica na 5.ª edição do Lisboa Soa
21/09/2020
Escritor António Carlos Cortez vence Prémio Ruy Belo com 'Jaguar'