home > notícias

MUNDO

01/06/2020

Teatro Viriato reabre com espetáculo preparado em confinamento

O Teatro Viriato, em Viseu, reabre na segunda-feira com a estreia de um espetáculo musical dedicado à infância, que só foi possível concretizar em época de confinamento social por envolver um casal e os seus quatro filhos.

Inspirado no livro 'A invenção do dia claro', de Almada Negreiros, 'Tangerina' é o nome do espetáculo que levará a palco Ana Bento (artista associada do Teatro Viriato), Bruno Pinto e os filhos Olívia, Jasmim, Artur e Úrsula.

"Isto é possível pelo facto de sermos uma família, de estarmos neste confinamento social juntos e podermos ter continuado a fazer algum trabalho", explicou aos jornalistas Ana Bento, acrescentando que, nesta fase final, Joana Providência deu apoio à dramaturgia.

Segundo Ana Bento, houve uma conjugação de vontades, uma vez que a direção do Teatro Viriato também queria manter a programação que fosse possível, apesar da pandemia da covid-19, que obrigou a encerrar as portas em 12 de março.

"É um enorme privilégio, nos tempos que correm, podermos estar a fazer isto", frisou.

"Tangerina" resultou de um trabalho prévio que estes artistas do coletivo Gira Sol Azul desenvolveram ao longo de dois anos na Casa da Música, no Porto, em formato de oficina.

"No final desses dois anos, sentimos que gostávamos muito deste material e de o fazer evoluir em dois caminhos", contou Ana Bento, acrescentando que um dos caminhos é um álbum, cujo lançamento não tem data marcada, porque as gravações pararam. O outro é o espetáculo "Tangerina".

Neste concerto, não haverá apenas palavras e músicas, mas também momentos de vídeo, com jogos de sombras e um cuidado adicional nos movimentos dos corpos em palco, uma mistura de várias artes que foi conseguida graças à experiência de Joana Providência.

Ana Bento explicou que, apesar de "A invenção do dia claro" não ter sido um livro escrito para a infância, percebeu que "era muito interessante ser trabalhado para esta faixa etária, porque o Almada escreve-o todo num tom como se fosse uma criança a falar para a sua mãe, em desabafo daquilo que sente e da perceção que tem do mundo".

"Temos vários trabalhos feitos para a infância e temos sempre a preocupação de não cair naquilo que é mais óbvio, na infantilização. Achamos que devemos olhar para as crianças como pessoas inteligentes, sensíveis, que precisam de ser alimentadas e estar em contacto com as mais variadas formas de arte e cultura", justificou.

"Tangerina" será apresentado no Teatro Viriato nos dias 01, 03 e 06 de junho. Apesar da incerteza relativamente à evolução da pandemia, Ana Bento mostrou-se confiante de que, no último trimestre do ano, o espetáculo poderá ser visto em outros três locais.

Segundo a diretora artística do Teatro Viriato, Patrícia Portela, "Tangerina" é "uma das poucas criações que não foi recalendarizada ou transformada noutro objeto artístico, mantendo-se no programa" delineado no início do ano.

Uma vez que se trata de um espetáculo que tem como público-alvo as escolas, foi necessário readaptar o formato de apresentação para que seja visto pelo maior número de alunos possível, à distância. Por exemplo, na segunda-feira, Dia Mundial da Criança, o espetáculo será disponibilizado no SubPalco, às 15:30.

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
29/06/2020
Henrique Reinaldo Castanheira vence prémio literário UCCLA
29/06/2020
Teatro Maria Matos em Lisboa reabre em 15 de julho
29/06/2020
Prêmio Estação Imagem Coimbra a partir de 5 de julho com oito exposições
29/06/2020
Mostra de Cinema de Tavira celebra 20 anos entre estreias e clássicos
29/06/2020
Museu lança primeira impressão em 3D de um dinossauro português
29/06/2020
Festival de arte e música Fazunchar regressa a Figueiró dos Vinhos