home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

08/06/2020

Vistos gold. Investimento quase triplica em maio para 146 milhões [Portugal]

O investimento captado através dos vistos 'gold' quase triplicou (192%) em maio, face ao mês homólogo de 2019, para 146 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nas estatísticas do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

No mês passado, o investimento total resultante da concessão de Autorização de Residência para Investimento (ARI) atingiu 146.168.473,40 euros, o que representa um aumento de 192% face aos 50 milhões de euros registados em maio de 2019.

Maio registou o valor mensal mais alto de investimento captado desde março de 2017, quando foram angariados 192,4 milhões de euros em ARI. Relativamente a abril (28 milhões de euros), o investimento captado mais do que quintuplicou (421%).

Nos primeiros cinco meses do ano, o total do investimento captado por via dos vistos 'gold' totalizou 293.903.059,01 euros, menos 1,7% do que um ano antes. Entre janeiro e maio, foram atribuídos 529 vistos 'dourados', dos quais mais de metade no mês passado.

Em maio, foram concedidos 270 vistos 'gold', dos quais 257 por via da aquisição de bens imóveis, dos quais 73 para reabilitação urbana, e 13 através do critério de transferência de capital.

A compra de bens imóveis totalizou 136,9 milhões de euros (a reabilitação urbana ascendeu a 26,2 milhões de euros) e a transferência de capitais 9,2 milhões de euros.

Do total das concessões de vistos 'gold' em maio, 68 foram provenientes da China, 30 do Brasil, 19 dos Estados Unidos, 19 da Índia e 17 da Turquia.

Em mais de sete anos -- o programa ARI foi lançado em outubro de 2012 --, o investimento acumulado até março passado totalizou 5.286.156.889,96 euros, com a aquisição de bens imóveis a somar 4.775.165.734,06 euros.

Do total de investimento em compras de imóveis, 213.087.521,50 euros correspondem ao requisito de aquisição tendo em vista a reabilitação urbana.

Já os vistos atribuídos por transferência de capitais totalizaram 510.991.155,90 euros.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento estrangeiro, foram atribuídos 8.736 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017, 1.409 em 2018, 1.245 em 2019 e 529 em 2020.

Até maio, em termos acumulados, foram atribuídos 8.227 vistos 'gold' por via da compra de imóveis, dos quais 592 tendo em vista a reabilitação urbana.

Por requisito da transferência de capital, os vistos concedidos totalizam 492 e foram atribuídos 17 por via da criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

Por nacionalidades, a China lidera a atribuição de vistos (4.586), seguida do Brasil (925), Turquia (418), África do Sul (351) e Rússia (329).

Desde o início do programa foram atribuídas 14.936 autorizações de residência a familiares reagrupados, das quais 515 em 2020.

Fonte: Notícias ao Minuto



NOTÍCIAS RELACIONADAS
21/09/2020
Governo deve estender apoio à exportação até Março de 2021 [Portugal]
21/09/2020
Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro [Brasil]
21/09/2020
Governo aponta abertura a contributos para Plano de Recuperação [Portugal]
21/09/2020
Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses [Brasil]
21/09/2020
Governo aprova linha de crédito de 20 milhões para produtores de plantas [Portugal]
21/09/2020
Crédito com juros menores para microempresários movimenta R$ 7 milhões [Brasil]