home > notícias

MUNDO

15/06/2020

Porto. Palácio da Bolsa transformado no Mercado do Livro com mais de 6.500 títulos

O evento arranca esta quinta-feira e prolonga-se até 5 de julho. As 60 bancadas que compõem o certame contam com promoções em milhares de livros

Mais de 6500 títulos, com a chancela de mais de 50 editoras nacionais e estrangeiras, dispostos em mais de 60 bancadas com promoções em livros editados há mais de 18 meses: eis os números que dão expressão às letras que escrevem mais uma edição do Mercado do Livro, realizado no Palácio da Bolsa, no Porto.

Poesia, romance, banda desenhada, literatura infanto-juvenil ou culinária são algumas das áreas que condimentam o cardápio do certame, preparado com uma “seleção variada e atual”, onde é “possível encontrar livros bem únicos e que não se descobrem facilmente em livrarias nacionais”.

A feira — promovida pela Calendário de Letras, com o apoio da Associação Comercial do Porto e da Metro do Porto — realiza-se a partir desta quinta-feira e os “saldos literários” perduram até 5 de julho. A organização realça, em comunicado, que o mercado é o “primeiro grande evento de livros da cidade desde que surgiu a crise sanitária em Portugal”.

O saber não ocupa lugar, mas tem peso e, nesta iniciativa, os exemplares podem ser comprados ao quilo, recriando o ambiente dos tradicionais mercados de frescos.

“Apesar do aumento das vendas online, o setor livreiro continua paralisado, pelo que esta é uma oportunidade de retoma das livrarias e editoras”, enaltece Filipe Vieira, integrante da comissão organizadora.

O responsável assegura ainda que o evento “cumpre todas as regras de segurança para receber o público”. A entrada será controlada, o uso de máscara é obrigatório, a distância social será respeitada, assim como a medição da temperatura corporal e a desinfeção das mãos à entrada.

O Mercado do Livro estará aberto todos os dias, entre as 10h e as 19h, com entrada gratuita. No dia 24 de junho, o São João não fica esquecido, com a oferta de 30 manjericos aos primeiros 30 clientes.

Fonte: Expresso



NOTÍCIAS RELACIONADAS
06/07/2020
Lançada a primeira exposição digital de Arte Sacra do Brasil
06/07/2020
Canções, contos, filmes? Os desenhos de Manuel Vieira trazem isso tudo dentro deles
06/07/2020
Bienal de São Paulo adia edição deste ano para 2021 por causa da Covid
06/07/2020
Uma mostra para colocar Setúbal no mapa das artes performativas
06/07/2020
Morreu o escritor António Bivar, nome da nova dramaturgia do Brasil
06/07/2020
100 guitarras a tocarem juntas para os 100 anos de Amália