home > notícias

NEGÓCIOS E ECONOMIA

13/07/2020

Modernização da linha Lisboa-Cascais com 50 milhões da Comissão Europeia [Portugal]

Verba vai ser disponibilizada pelo Fundo de Coesão para “tornar mais eficiente” a segunda linha mais movimentada da rede ferroviária portuguesa

A Comissão Europeia aprovou um investimento de 50 milhões de euros, provenientes do Fundo de Coesão, para modernizar a linha de caminhos-de-ferro de 25 quilómetros (km) entre Lisboa e Cascais. O pedido de financiamento chegou a Bruxelas em Abril, através do Plano Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) e foi agora viabilizado.

A informação foi dada esta quinta-feira por Bruxelas, comunicando a intenção de financiar os trabalhos de modernização do sistema eléctrico daquela infra-estrutura que serve dezenas de milhares de pessoas diariamente.

De acordo com o comunicado, o financiamento aprovado vai custear “a instalação de novos sistemas eléctricos, de sinalização e de controlo destinados a tornar as viagens de comboio mais seguras e eficientes do ponto de vista energético”. A Comissão estima que estes esforços de modernização do sistema eléctrico vão permitir reduzir o consumo de energia em 50% até 2023.

“A linha Lisboa-Cascais é a segunda mais movimentada da rede ferroviária nacional. Ao torná-la mais segura e mais eficiente, queremos incentivar a transição dos carros para os transportes públicos de dezenas de milhares de pessoas que se deslocam para Lisboa todos os dias e, assim, reduzir a congestão do tráfego e a poluição, a fim de obter um ambiente urbano mais saudável e mais limpo”, refere a comissária responsável pela Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, citada no referido comunicado. 

A modernização da linha de suburbanos da CP entre Lisboa e Cascais tem sido apontada como uma necessidade.

Quando anunciou o concurso para a compra de material circulante, o ministro das infra-estruturas, Pedro Nuno Santos, referiu-se ao facto de naquela linha andaram a circular comboios com mais de 70 anos.

Numa das suas últimas idas ao Parlamento, em Dezembro passado, o vice-presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), Carlos Fernandes, já tinha adiantado que os primeiros concursos para a linha de Cascais iriam ser lançados ainda este ano de 2020, e tinha apontado o investimento total no projecto de modernização a entre os 70 e os 75 milhões de euros. Esta quinta-feira ficou confirmado o co-financiamento comunitário em 50 milhões.

Fonte: Público

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
26/10/2020
Ambiente e energia garantem investimento de 26 mil milhões até 2030 [Portugal]
26/10/2020
Setor mineral brasileiro tem resultado positivo no 3º trimestre [Brasil]
26/10/2020
Comissão Europeia aprova reprogramação de mil milhões de euros no PT2020 [Portugal]
26/10/2020
Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em R$ 168,48 milhões [Brasil]
26/10/2020
Governo promete estágios no Estado com mais garantias de emprego [Portugal]
26/10/2020
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS [Brasil]