home > notícias

MUNDO

14/07/2020

Três co-produções portuguesas na competição de curtas do Festival de Locarno

Em formato digital e com o título “Pelo futuro dos filmes”, o festival suíco acolhe na programação de curtas co-produções portuguesas.

Três curtas-metragens, com co-produção portuguesa, foram seleccionadas para a competição do Festival de Cinema de Locarno, em Agosto na Suíça, e que este ano sofre alterações por causa da covid-19, tendo a organização transformado esta edição num formato digital e com o título “For the Future of Films” ("Pelo futuro dos filmes").

De acordo com a programação de curtas-metragens anunciada esta segunda-feira, a competição internacional apresenta 31 filmes a concurso, entre os quais An act of affection, do vietnamita Viet Vu, feito no âmbito do programa europeu de formação DocNomads, no qual está envolvida a Universidade Lusófona.

Na competição de produções suíças estão também duas co-produções portuguesas: Espíritos e rochas: Um mito açoriano, de Aylin Gokmen, rodado nos Açores, e Nha Mila, filme da realizadora portuguesa Denise Fernandes, co-produzido pela O Som e a Fúria e que acompanha as quatro horas de escala em Lisboa de Salomé, que viaja para Cabo Verde para ver o seu irmão moribundo, depois de 14 anos longe da sua terra natal. 

A selecção de curtas-metragens em competição será mostrada online entre 5 e 15 de Agosto, mas está prevista exibição em sala em Locarno e Muralto.

Nesta edição especial de Locarno acontecerá também o programa “The Films After Tomorrow” ("Os Filmes Depois de Amanhã"), que pretende apoiar “realizadores que foram forçados a parar de trabalhar por causa da pandemia”. Neste programa há quatros projectos cinematográficos com produção portuguesa: Selvajaria, de Miguel Gomes, Eureka, de Lisandro Alonso, When the waves are gone, de Lav Diaz, e Far West, de Pierre-François Sauter.

Para a edição deste ano de Locarno foi criado ainda o projecto “Padrinhos & Madrinhas”, no qual 14 realizadores apoiarão novos talentos do cinema numa programação de conversas e debates. Entre os 14 realizadores convidados estão João Pedro Rodrigues e a dupla luso-suíça Sérgio da Costa e Maya Kosa.

Fonte: Público

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
26/10/2020
Governo português cria estratégia nacional para o património cultural imaterial
26/10/2020
Embaixador João Ribeiro de Almeida nomeado presidente do Instituto Camões
26/10/2020
1º festival drive-in de cinema brasileiro em Portugal com novas datas
26/10/2020
Pesquisadores pedem classificação dos novos achados arqueológicos da Sé de Lisboa
26/10/2020
Sete autores portugueses nomeados para prémio literário sueco ALMA
26/10/2020
Teatro de S. Carlos recupera O Pequeno jardim do Sr. Lacerda