home > notícias

MUNDO

24/08/2020

Festival Gravíssimo! foi reformulado para edição comemorativa dos 10 anos

O Gravíssimo! -- Festival Internacional de Metais Graves vai realizar-se em Alcobaça, no distrito de Leiria, entre os dias 24 e 28, numa edição que celebra o 10.º aniversário do evento com quatro concertos em 'streaming' e um ao vivo.

Com direção artística de Sérgio Carolino e Hugo Assunção, o Gravíssimo! decidiu manter a realização em 2020 "não só porque o mesmo comemora uma década de existência, mas também por considerar a sua realização um fator de esperança e confiança nesta nova normalidade, em especial para os intérpretes dos metais graves", divulgou a organização em comunicado.

Em ano de pandemia de covid-19, o festival foi reformulado com pré-gravação dos quatro primeiros concertos, cujos protagonistas "se deslocaram a Alcobaça para efetuar a gravação cumprindo todas as normas da Direção-Geral da Saúde", disse à Lusa o responsável pela comunicação, Davide Silva.

Com apresentação exclusiva em 'streaming' na página de Facebook do festival, o programa incluirá assim as apresentações de Mr. SC & The Wild Bones Gang (dia 24), a Camerata Yamaha com Se´rgio Carolino & friends (dia 25), a Camerata Adams com Mauro Martins & friends (dia 26) e How Low Can You Go? (dia 27).

A exceção na edição deste ano será o concerto de Mr. RB & SC e Sea Groove & The Ocean Travelers, o único com a presença de público, agendado para o dia 28, no Claustro D. Dinis, no Mosteiro de Alcobaça.

O espetáculo, com um custo de dez euros, terá lotação limitada a 80 pessoas, "cerca de um terço da lotação habitual, devido ao distanciamento dos lugares e à criação e corredores para a passagem do público", explicou Davide Silva.

Face ao contexto de pandemia, o festival cancelou este ano a vertente académica que normalmente junta em Alcobaça entre 60 a 80 jovens músicos de vários países que, durante uma semana, participam em oficinas e 'masterclasses'.

Um facto que, aliado à realização de concertos sem público, levou a "uma redução de cerca de um terço do orçamento" do festival que, segundo Davide Silva, "tinha um valor previsto de 34 mil euros".

O Gravíssimo! 2020 conta com os apoios da Direção-Geral das Artes e do município de Alcobaça, tendo como patrocinadores duas marcas do universo dos metais graves (tubas, eufónios e trombones).

Fonte: Notícias ao Minuto

 

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
22/09/2020
Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil tem novo presidente
21/09/2020
Pesquisadora brasileira descobre biografia de D. Pedro II escrita por Machado de Assis
21/09/2020
Panorâmico de Monsanto ganha obras de Arte Pública com 'selo' do Iminente
21/09/2020
Restauro da Igreja de Santa Isabel vence Prémio Vilalva da Gulbenkian
21/09/2020
Pandemia, ambiente e consciência ecológica na 5.ª edição do Lisboa Soa
21/09/2020
Escritor António Carlos Cortez vence Prémio Ruy Belo com 'Jaguar'