home > notícias

MUNDO

08/02/2021

Centro Cultural no Rio apresenta mostra de cinema “De Portugal para o mundo”

No Rio de Janeiro, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) apresenta, a partir desta quarta-feira, a mostra de cinema contemporâneo “De Portugal para o mundo”.

Com curadoria de Pedro Henrique Ferreira, a mostra traz ao público brasileiro uma seleção de 28 filmes, entre longas e curtas-metragens, dos mais aclamados cineastas lusitanos contemporâneos. Em cartaz no CCBB Rio de Janeiro de 3 de fevereiro a 1º de março, tem entrada gratuita.

A mostra conta, também, com atividades online, debates temáticos, unindo pesquisadores brasileiros e portugueses; e bate-papos com diretores acontecem por via videoconferência, e, também, gratuitos.

Para as atividades presenciais, o CCBB RJ está adaptado às novas medidas de segurança sanitária: entrada apenas com agendamento on-line, controle da quantidade de pessoas no prédio, fluxo único de circulação, medição de temperatura, uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool gel e sinalizadores no piso para o distanciamento.

No cinema, a capacidade foi reduzida para 50%, com higienização completa antes de cada apresentação/sessão, além do distanciamento de dois metros entre as poltronas. A bilheteria presencial está proibida, todos os ingressos serão disponibilizados no site eventim.com.br.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

3 de fevereiro – Quarta-feira
15h30 – Curtas 1
NyoVweta Nafta, de Ico Costa, 2017, 22 minutos, Cor, 16 anos
Farpões, baldios, de Marta Mateus, 2017, 25 minutos, Cor, 12 anos
Balada de um batráquio, de Leonor Teles, 2016, 12 minutos, Cor, 12 anos

17h30 – Pré-estreia: Vitalina Varela, de Pedro Costa, 2019, Cor, 124 minutos, 12 anos

4 de fevereiro – Quinta-feira
15h30 – Curtas 2
O corcunda, de Gabriel Abrantes e Ben Rivers, 2016, 29 minutos, Cor, 14 anos
Ascensão, de Pedro Peralta, 2016, 17 minutos, Cor, 16 anos
Redenção, de Miguel Gomes, 2013, 26 minutos, Cor e P&B, Livre

17h30 – Ramiro, de Manuel Mozos, 2017, Cor, 104 minutos, 14 anos

5 de fevereiro – Sexta-feira
14h30 – Colo, de Teresa Villaverde, 2017, Cor, 136 minutos, 14 anos

17h30 – O estranho caso de Angélica, de Manoel de Oliveira, 2010, Cor, 97 minutos, 12 anos

6 de fevereiro – Sábado
15h – Fantasia lusitana, de João Canijo, 2010, P&B e Cor, 66 minutos, 14 anos

17h – A portuguesa, de Rita Azevedo Gomes, 2019, Cor, 136 minutos, 12 anos

7 de fevereiro – Domingo
14h – O ornitólogo, de João Pedro Rodrigues, 2016, Cor, 118 minutos, 14 anos

17h – E agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto, 2013, Cor, 164 minutos, 16 anos

8 de fevereiro – Segunda-feira
16h – FordlandiaMalaise, de Susana de Sousa Dias, 2019, 40 minutos, P&B, 10 anos

17h30 – Cartas da guerra, de Ivo M. Ferreira, 2016, P&B, 105 minutos, 14 anos

10 de fevereiro – Quarta-feira
15h30 – Understory, de Margarida Cardoso, 2019, Cor, 81 minutos, 12 anos

17h30 – Curtas 3
Como Fernando Pessoa salvou Portugal, de Eugene Green, 2018, 26 minutos, Cor, 14 anos
O velho do restelho, de Manoel de Oliveira, 2014, 19 minutos, Cor, 10 anos
O mar enrola na areia, de Catarina Mourão, 2019, 15 minutos, P&B, Livre

11 de fevereiro – Quinta-feira
15h – Volta à terra, de João Pedro Plácido, 2014, Cor, 78 minutos, 16 anos

17h – É na terra, não é na lua, de Gonçalo Tocha, 2011, Cor, 180 minutos, Livre

19h – Debate online – “Portugal e as colônias” – pelo aplicativo Zoom, Livre.

12 de fevereiro – Sexta-feira
14h – Bate-papo online com o diretor Gonçalo Tocha, de É na terra, não é na lua,pelo aplicativo Zoom, Livre.

15h – A vida invisível, de Vítor Gonçalves, 2013, Cor, 73 minutos, 12 anos

17h30 – Tabu, de Miguel Gomes, 2013, P&B, 118 minutos, 12 anos

13 de fevereiro – Sábado
14h – John From, de João Nicolau, 2015, Cor, 100 minutos, Livre

17h – A fábrica de nada, de Pedro Pinho, 2017, Cor, 177 minutos, 14 anos

14 de fevereiro – Domingo
14h – A árvore, de André Gil Mata, 2018, P&B e Cor, 104 minutos, 12 anos

17h – Eldorado XXI, de Salomé Lamas, 2016, Cor, 125 minutos, 12 anos

17 de fevereiro – Quarta-feira
15h – Understory, de Margarida Cardoso, 2019, Cor, 81 minutos, 12 anos

17h30 – FordlandiaMalaise, de Susana de Sousa Dias, 2019, 40 minutos, P&B, 10 anos

18 de fevereiro– Quinta-feira
14h – Bate-papo online com a diretora Susana de Sousa Dias, de FordlandiaMalaise, pelo aplicativo Zoom, Livre.

15h – Cartas da guerra, de Ivo M. Ferreira, 2018, P&B, 105 minutos, 14 anos

19 de fevereiro– Sexta-feira
15h – Curtas 1
NyoVweta Nafta, de Ico Costa, 2017, 22 minutos, Cor, 16 anos
Farpões, baldios, de Marta Mateus, 2017, 25 minutos, Cor, 12 anos
Balada de um batráquio, de Leonor Teles, 2016, 12 minutos, Cor, 12 anos

17h – O ornitólogo, de João Pedro Rodrigues, 2016, Cor, 118 minutos, 14 anos

20 de fevereiro– Sábado
14h – Tabu, de Miguel Gomes, 2013, P&B, 118 minutos, 12 anos

17h – Vitalina Varela, de Pedro Costa, 2019, Cor, 124 minutos, 12 anos

21 de fevereiro– Domingo
15h – Curtas 3
Como Fernando Pessoa salvou Portugal, de Eugene Green, 2018, 26 minutos, Cor, 14 anos
O velho do restelho, de Manoel de Oliveira, 2014, 19 minutos, Cor, 10 anos
O mar enrola na areia, de Catarina Mourão, 2019, 15 minutos, P&B, Livre

17h – A portuguesa, de Rita Azevedo Gomes, 2019, Cor, 136 minutos, 12 anos

22 de fevereiro– Segunda-feira
15h – Fantasia lusitana, de João Canijo, 2010, P&B e Cor, 66 minutos, 14 anos

17h30 – Volta à terra, de João Pedro Plácido, 2014, Cor, 78 minutos, 16 anos

24 de fevereiro – Quarta-feira
15h – Curtas 2
O corcunda, de Gabriel Abrantes e Ben Rivers, 2016, 29 minutos, Cor, 14 anos
Ascensão, de Pedro Peralta, 2016, 17 minutos, Cor, 16 anos
Redenção, de Miguel Gomes, 2013, 26 minutos, Cor e P&B, Livre

17h – A árvore, de André Gil Mata, 2018, P&B e Cor, 104 minutos, 12 anos
(sessão com audiodescrição e legenda descritiva)

25 de fevereiro – Quinta-feira
15h – É na terra, não é na lua, de Gonçalo Tocha, 2011, Cor, 180 minutos, Livre

19h –Debate online – “Onde está o Mundo? Ou das estratégias de aproximação” – pelo aplicativo Zoom, Livre.

26 de fevereiro – Sexta-feira
14h – A vida invisível, de Vítor Gonçalves, 2013, Cor, 73 minutos, 12 anos

17h – E agora? Lembra-me, de Joaquim Pinto, 2013, Cor, 164 minutos, 16 anos

27de fevereiro – Sábado
14h30 – Eldorado XXI, de Salomé Lamas, 2016, Cor, 125 minutos, 12 anos

17h30 – John From, de João Nicolau, 2015, Cor, 100 minutos, Livre

28 de fevereiro – Domingo
15h – Ramiro, de Manuel Mozos, 2017, Cor, 104 minutos, 14 anos

17h30 – O estranho caso de Angélica, de Manoel de Oliveira, 2010, Cor, 97 minutos, 12 anos

1º de março – Segunda-feira
14h – A fábrica de nada, de Pedro Pinho, 2017, Cor, 177 minutos, 14 anos

17h30 – Colo, de Teresa Villaverde, 2017, Cor, 136 minutos, 14 anos

SERVIÇO
Mostra de cinema – De Portugal para o Mundo
Data: 3 de fevereiro até 1o. de março de 2021
Local: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) Rio de Janeiro
End.: R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro – RJ
Programação: site do CCBB – RJ

Fonte: Mundo Lusíada

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS
02/03/2021
Conselho Internacional de Monumentos pede investimento na cultura
02/03/2021
Pinacote exibe a Exposição OS GÊMEOS: Segredos
02/03/2021
Administração do Teatro Nacional de São João reconduzida até 2023
02/03/2021
Leonardo da Vinci - 500 anos de um gênio
01/03/2021
Rede Cultural de Sintra quer dar "maior apoio" a artistas locais
01/03/2021
Festival de Berlim de 2021 tem estreia virtual, com gênero neutro e poucos brasileiros