background image
DIPLOMACIA
emPresários querem ter voz
na diPlomaCia lusa no Brasil
A
s câmaras portuguesas
de comércio no Brasil
querem ter um papel
ativo na diplomacia
econômica de Portugal, desejo ma-
nifestado ao presidente português,
Aníbal Cavaco Silva durante a missão
empresarial brasileira em Portugal. A
informação é do presidente da entidade
do Ceará, Rômulo Alexandre Soares.
"As câmaras portuguesas estão
presentes em várias regiões do Brasil,
por isso têm uma capilaridade que
pode ser utilizada na promoção dos
interesses econômicos de Portugal",
afirmou o responsável pela Câmara
Portuguesa de Comércio no Estado
do Ceará."Temos acesso às autorida-
des locais, conhecemos a legislação
brasileira e a realidade do mercado, o
que faz com que possamos exercer
essa diplomacia de uma forma muito
eficiente", sublinhou.
Rômulo Soares disse ainda que
um decreto português de 2001 já
confere às câmaras portuguesas tal
função, "mas que é preciso fazer com
que essa legislação saia do papel".
O responsável destacou também
que as câmaras podem contribuir de
várias formas, desde divulgando o
turismo em Portugal até em atividades
de "inteligência econômica", por meio
de estudos como o que será divulga-
do durante a missão empresarial.
Realizado com o apoio das câma-
ras, o estudo identificou 120 produtos
fabricados por empresas portuguesas,
com grande competitividade interna-
cional, e que podem ser exportados
para o mercado brasileiro.
As câmaras portuguesas de
comércio estão presentes em dez es-
tados brasileiros e em Brasília, abran-
gendo todas as regiões do país.